Exportar registro bibliográfico

Efeitos do treinamento físico em piscina aquecida em pacientes com hipertensão arterial resistente (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CRUZ, LAIS GALVANI DE BARROS - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: PRESSÃO SANGUÍNEA; HIPERTENSÃO; MONITORIZAÇÃO AMBULATORIAL DA PRESSÃO ARTERIAL; EXERCÍCIO FÍSICO; TERAPIA POR EXERCÍCIO; TÉCNICAS PSICOTERAPÊUTICAS; HIDROTERAPIA
  • Keywords: Arterial pressure; Exercise movement techniques; Exercise therapy; Hydrotherapy; Hypertension
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O treinamento físico é uma intervenção eficaz para reduzir a pressão arterial (PA) na hipertensão, mas ainda há pouca evidência na literatura sobre os efeitos do treinamento físico em piscina aquecida. Este estudo examina os efeitos do treinamento em piscina aquecida sobre a PA, bem como sobre as respostas neuro-humorais e endoteliais em pacientes hipertensos resistentes. MÉTODOS: Trata-se de um estudo paralelo, randomizado e controlado. Foram investigados 44 pacientes sedentários com hipertensão resistente, randomizados e alocados em dois grupos; 28 pacientes foram submetidos à um protocolo de treinamento, que consistiu de exercícios calistênicos e caminhada dentro de uma piscina aquecida (32°C), realizados por uma hora, três vezes por semana durante doze semanas; e 16 pacientes foram alocados no grupo controle, esses foram orientados a manter suas atividades habituais. As medições feitas antes e após doze semanas do protocolo incluíram: PA de consultório, monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA), níveis plasmáticos de óxido nítrico, endotelina-1, aldosterona, renina, noradrenalina, adrenalina e dopamina, assim como VO2 pico e função endotelial (hiperemia reativa). RESULTADOS: Após doze semanas, os pacientes do grupo treinamento apresentaram diminuição significativa na PA de consultório (Sistólica de 164,2 ± 3,3 para 128,9 ± 1,9 mmHg e Diastólica de 89,3 ± 1,7 para 78,0 ± 1,6 mmHg (P < 0,01) e na MAPA de 24 horas (Sistólica de 144,8 ± 3,8 para 126,4 ± 2,3 mmHg, Diastólica de 83,8 ± 2,1 para 74,8 ± 1,6 mmHg (P < 0,01),Vigília (Sistólica de 149,0 ± 4,0 para 129,0 ± 2,4 mmHg, Diastólica de 86,9 ± 2,2 para 75,6 ± 1,7 mmHg (P < 0,01); Sono (Sistólica de 136,1 ± 3,6 mmHg para 115,9 ± 1,8 mmHg, Diastólica de 75,9 ± 2,0 para 70,1 ± 1,6 mmHg (P < 0,01). Concomitantemente, o óxido nítrico aumentou significativamente (de 25±2,8 para 75±2,4 ?mol/L (P < 0,01), enquanto a endotelina-1 (de 41 ± 5 para 26 ± 3 pg / mL), a renina (de 35 ± 4 para 3,4 ± 1 ng / mL / h) , a noradrenalina (de 720 ± 54 para 306 ± 35pg / mL), a adrenalina (353,1 ± 4,1 para 169± 2,2 ng/mL) e dopamina ( de 145,1 ± 2,2 para 36,3 ± 3,1 ng/mL) diminuíram significativamente (P < 0,01). A aldosterona plasmática também tendeu a diminuir, embora não significativamente (de 101 ± 9 para 76 ± 4 pg / mL, P = NS). O VO2 pico aumentou, significativamente, após o treinamento (P < 0,01), enquanto a função endotelial permaneceu inalterada, e não foram encontradas alterações significativas no grupo controle. CONCLUSÕES: O treinamento em piscina aquecida reduziu os níveis de PA tanto ambulatorial quanto durante a MAPA de 24 horas em pacientes hipertensos resistentes e esta resposta da PA foi acompanhada por uma redução significativa da acentuada ativação neurohumoral, que caracteriza essa condição clínica. Estes efeitos sugerem que o treinamento em piscina aquecida pode ser uma potencial nova abordagem terapêutica para estes pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.06.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRUZ, Lais Galvani de Barros; GUIMARÃES, Guilherme Veiga. Efeitos do treinamento físico em piscina aquecida em pacientes com hipertensão arterial resistente. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-11092017-112724/ >.
    • APA

      Cruz, L. G. de B., & Guimarães, G. V. (2017). Efeitos do treinamento físico em piscina aquecida em pacientes com hipertensão arterial resistente. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-11092017-112724/
    • NLM

      Cruz LG de B, Guimarães GV. Efeitos do treinamento físico em piscina aquecida em pacientes com hipertensão arterial resistente [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-11092017-112724/
    • Vancouver

      Cruz LG de B, Guimarães GV. Efeitos do treinamento físico em piscina aquecida em pacientes com hipertensão arterial resistente [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5131/tde-11092017-112724/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020