Exportar registro bibliográfico

Ele fala de si como de um outro: Samuel Beckett e o objeto voz (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SAGAYAMA, MARIO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLT
  • Subjects: TEATRO (LITERATURA); PROSA; PSICANÁLISE
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação propôs-se a ler Companhia (1980), de Samuel Beckett. Primeiro volume de Nohow on, sua última trilogia, o romance traz ao primeiro plano uma das invenções formais mais instigantes da obra do autor: a voz. Para tanto, foi abordada segundo a teoria da voz de Jacques Lacan, em sua relação com a linguagem e, igualmente, enquanto objeto da pulsão invocante. A partir da psicanálise lacaniana, a voz foi posta em relação com outros aspectos fundamentais da obra de Beckett, tais como o corpo, o luto e o espaço, o que possibilitou aproximações tanto da prosa quanto do teatro do autor.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.03.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAGAYAMA, Mario; ANDRADE, Fabio Rigatto de Souza. Ele fala de si como de um outro: Samuel Beckett e o objeto voz. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
    • APA

      Sagayama, M., & Andrade, F. R. de S. (2017). Ele fala de si como de um outro: Samuel Beckett e o objeto voz. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Sagayama M, Andrade FR de S. Ele fala de si como de um outro: Samuel Beckett e o objeto voz. 2017 ;
    • Vancouver

      Sagayama M, Andrade FR de S. Ele fala de si como de um outro: Samuel Beckett e o objeto voz. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020