Exportar registro bibliográfico

Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVAREZ VIDIGAL, EVELYN ALVAREZ - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODO
  • Subjects: QUALIDADE DE VIDA; SAÚDE BUCAL; TRANSPLANTE DE FÍGADO; TRANSPLANTES
  • Keywords: Child; Crianças; Liver transplantation; Oral health; Qualidade de vida; Quality of life; Saúde bucal; Transplante hepático
  • Language: Português
  • Abstract: Os objetivos deste estudo clínico longitudinal foram: 1) avaliar o impacto das condições de saúde bucal pré-transplante hepático na qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) de crianças menores de 5 anos de idade; 2) avaliar o impacto do tratamento odontológico das condições bucais pré-transplante na QVRSB de crianças menores de 5 anos de idade e 3) avaliar o impacto das condições de saúde bucal aos 5 meses após a cirurgia de transplante hepático na QVRSB de crianças menores de 5 anos de idade. Neste estudo foram avaliadas 60 crianças menores de 5 anos de idade com doença hepática candidatas a transplante hepático no AC Camargo Câncer Center. O estudo foi realizado em duas fases: pré e pós-transplante. Na fase pré-transplante, para atingir o objetivo 1 foram coletados no baseline dados sobre a doença hepática de base, dados socioeconômicos e sociodemográficos. Em seguida, o responsável pela criança respondeu o questionário de QVRSB: B-ECOHIS. Posteriormente, o exame intrabucal foi realizado avaliando a presença de lesões de cárie dentária (índice ceo-d), defeitos de esmalte (índice DDE), pigmentações dentárias, doença periodontal (índices Greene & Vermillion simplificado e Índice de Sangramento de Silness & Löe) e lesões em mucosa oral e lábios. Para atingir o objetivo 2, as crianças com necessidade de tratamento odontológico foram tratadas e após uma semana do tratamento o B-ECOHIS foi aplicado ao mesmo responsável que forneceu as respostas no baseline. Na fasepós-transplante o objetivo 3 foi atingido por meio de da aplicação do B-ECOHIS e avaliação das condições de saúde bucal 5 meses após o transplante hepático. De forma geral, os resultados do modelo de regressão ajustado para o objetivo 1 indicaram que crianças com 24 a 48 meses de idade (RT=2.17; p=0.04), e crianças com maior número de lesões de cárie não tratada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVAREZ VIDIGAL, Evelyn; BONECKER, Marcelo Jose Strazzeri. Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-23082017-114158/ >.
    • APA

      Alvarez Vidigal, E., & Bonecker, M. J. S. (2017). Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-23082017-114158/
    • NLM

      Alvarez Vidigal E, Bonecker MJS. Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-23082017-114158/
    • Vancouver

      Alvarez Vidigal E, Bonecker MJS. Impacto das condições bucais pré e pós-transplante hepático na qualidade de vida de crianças menores de 5 anos de idade: estudo clínico longitudinal [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23132/tde-23082017-114158/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021