Exportar registro bibliográfico

Ambiência, bem-estar e microbiota intestinal de aves poedeiras no sistema free-range livre de antibióticos (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: ROMANO, GISLAINE GORETTI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEB
  • Subjects: BEM-ESTAR DO ANIMAL; BIOTA INTESTINAL; COMPORTAMENTO ANIMAL; GALINHAS POEDEIRAS
  • Keywords: Sistema free-range
  • Language: Português
  • Abstract: O bem-estar animal pode influenciar o sistema produtivo na avicultura de postura. Sendo assim, o sistema free-range ou "ao ar livre" sem o uso de antibióticos surge como uma alternativa aos sistemas confinados. Espera-se que esse sistema torne-se cada vez mais difundido em atenção à demanda do mercado consumidor e bem-estar animal. Neste estudo, são abordados à influência da ambiência nas características qualitativas da cama aviária e ninhos, qualidade do ar, padrões fisiológicos e comportamentais, e avaliação da microbiota intestinal de galinhas poedeiras criadas no sistema free-range sem o uso de antibióticos. O estudo foi conduzido em um galpão comercial de galinhas poedeiras da linhagem Lohmann Brown. O período experimental correspondeu da 18ª a 24ª semanas de idade, para as avaliações relacionadas à ambiência, parâmetros fisiológicos e comportamentais. Para a estimativa da densidade bacteriana intestinal, as aves foram avaliadas durante o período de produção dos ovos, correspondendo à idade de pré-pico de postura (13ª semana), pico de postura (24ª semana) e pós-pico de postura (63ª semana). Água e ração foram fornecidas ad libitum. Constatou-se que as condições climáticas foram favoráveis, ou seja, as aves permanceram dentro da zona de termoneutralidade e na faixa de conforto térmico ideal. Resultados referentes à amônia volatilizada foram satisfatórios, assim como a umidade da cama e ninhos. Não houve incidência de pododermatite e as condições de empenamento das avespermaneceram íntegras nas regiões avaliadas. As avaliações comportamentais das aves demonstrou que as mesmas estavam em totais condições de bem-estar animal, ademais os níveis de corticosterona foram significativamente inferiores. Em relação ao estudo da microbiota intestinal das aves, as análises revelaram diferentes padrões de densidade dos simbiontes em relação às regiões estudas. A população das bactérias benéficas foi significativamente maior em comparação as bactérias patogênicas. Os simbiontes intestinais estudados demonstraram crescimento diferencial ao longo do período estudo. Diante do exposto, podemos reportar que o sistema free-range sem o uso de antibióticos apresentou qualidade de vida às aves poedeiras no que tange o bem-estar animal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.06.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROMANO, Gislaine Goretti; MIRANDA, Késia Oliveira da Silva. Ambiência, bem-estar e microbiota intestinal de aves poedeiras no sistema free-range livre de antibióticos. 2017.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11152/tde-25082017-093435/ >.
    • APA

      Romano, G. G., & Miranda, K. O. da S. (2017). Ambiência, bem-estar e microbiota intestinal de aves poedeiras no sistema free-range livre de antibióticos. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11152/tde-25082017-093435/
    • NLM

      Romano GG, Miranda KO da S. Ambiência, bem-estar e microbiota intestinal de aves poedeiras no sistema free-range livre de antibióticos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11152/tde-25082017-093435/
    • Vancouver

      Romano GG, Miranda KO da S. Ambiência, bem-estar e microbiota intestinal de aves poedeiras no sistema free-range livre de antibióticos [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11152/tde-25082017-093435/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020