Exportar registro bibliográfico

Estimativa de prevalência de estresse emocional em uma amostra de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, LéA PINTOR DE ARRUDA - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MPR
  • Subjects: ESTRESSE PSICOLÓGICO; ESTRESSE PROFISSIONAL; TRANSTORNOS NEUROPSICOLÓGICOS; TRANSTORNO DO STRESS PÓS-TRAUMÁTICO; RISCOS OCUPACIONAIS; FATORES DE RISCO; SAÚDE OCUPACIONAL
  • Keywords: Burnout professional; Occupational health; Occupational risks; Stress disorders post-traumatic (PTSD); Stress physiological; Stress psychological; Transtornos de estresse pós-traumáticos (TEPT)
  • Language: Português
  • Abstract: No Brasil, o amplo escopo de responsabilidades e também a diversidade de situações que demandam ações da Polícia Rodoviária Federal contribuem para que agentes/eventos estressores façam parte da rotina diária de centenas de policiais. Contudo, ainda existem poucos estudos dedicados a identificar o estresse nesta população. Assim, o objetivo principal do presente estudo é identificar a prevalência do estresse neste grupo, além de identificar as prevalências de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), de estresse ocupacional e, finalmente, a prevalência dos sintomas de Síndrome de Burnout. Para tanto foi utilizado um desenho de estudo transversal com amostra probabilística (n = 202) de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo. Os instrumentos para obtenção dos dados da amostra foram: i) Questionário Geral (QG), para a caracterização da amostra e obtenção de dados sociodemográficos e profissionais; ii) Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL), para sintomas de estresse; iii) Escala de Impacto do Evento - Revisada (IES-R), para sintomas de TEPT; iv) Escala de Vulnerabilidade do Estresse no Trabalho (EVENT), para estresse ocupacional; v) Inventário de Burnout de Maslach, versão HSS (MBI-HSS), para identificação dos sintomas pertinentes à Síndrome de Burnout. Os dados foram armazenados em planilhas excel e analisados com a utilização dos softwares Stata 8.0 for Windows e R3.3.2. A medida de associação escolhida foi o Odds Ratio (OR) e o seuintervalo de confiança (IC). Para testar a significância estatística foram utilizados o teste de qui quadrado o teste Exato de Fisher, para as variáveis nominais e, o teste Mann-Whitney-Wilcoxon foi utilizado para as variáveis com distribuição não paramétrica: idade (faixa etária) e tempo de carreira. O nível de significância adotado foi de 5%. A prevalência de sintomas de estresse na amostra representou 43,1% (IC95% = 36,2-50,0) com a seguinte distribuição por fase: 2,3% (IC95% = 0,2-8,0) em "Alerta"; 82,7% (IC95% = 73,2-90,0) em "Resistência"; 11,5% (IC95% = 5,7-20,1) em "Quase Exaustão"; e 3,5% (IC95% = 0,7-9,7) em "Exaustão". Ainda, 60,9% da amostra apresentaram sintomas psicológicos de estresse, 33,3% sintomas físicos e 5,8% ambos. A prevalência de TEPT ocorreu em 25,4% (IC95% = 19,3-31,4) da amostra, sem a predominância entre as subescalas. A prevalência de sintomas de estresse ocupacional afetou 35,2% (IC95% = 28,5-41,8) dos policiais participantes do presente estudo. Não houve registro na amostra referente à Síndrome de Burnout. As prevalências de estresse encontradas neste estudo apresentaram valores compatíveis com os valores de pesquisas semelhantes - elaboradas em outras categorias de policiais -, tanto no contexto nacional como no internacional. Há indícios que o tempo para práticas de lazer pode exercer influência como fator de proteção contra os sintomas de estresse; por outro lado, há indícios que processos penais e o longo tempo de carreira podemexercer influência como fatores de risco. Em última análise, a combinação dos resultados aqui apresentados sugerem indícios do adoecimento - em curso - desta população em função dos elevados índices de prevalência dos sintomas de estresse, sintomas de TEPT e estresse ocupacional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.06.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Léa Pintor de Arruda; CARVALHO, Heraclito Barbosa de. Estimativa de prevalência de estresse emocional em uma amostra de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-23082017-115740/ >.
    • APA

      Oliveira, L. P. de A., & Carvalho, H. B. de. (2017). Estimativa de prevalência de estresse emocional em uma amostra de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-23082017-115740/
    • NLM

      Oliveira LP de A, Carvalho HB de. Estimativa de prevalência de estresse emocional em uma amostra de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-23082017-115740/
    • Vancouver

      Oliveira LP de A, Carvalho HB de. Estimativa de prevalência de estresse emocional em uma amostra de policiais rodoviários federais do Estado de São Paulo [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-23082017-115740/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020