Exportar registro bibliográfico

A amamentação e o mito da maternidade perfeita: dialogia e transformações no encontro com o bebê (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: SAULLO, ROSÁRIA FERNANDA MAGRIN - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: MATERNIDADES; ALEITAMENTO MATERNO; DIALOGISMO
  • Language: Português
  • Abstract: As transformações históricas vividas que levaram à concepção de amor materno, tido hoje como natural, são diversas e compõem diferentes vozes sobre este processo, destacando-se aqui o feminismo, a transformação da economia e os saberes médico e psicológico, entre outros. Em relação à construção dos sentidos de maternidade, estudos apontam importantes negociações que ocorrem entre o casal parental, de cada um com suas expectativas para si e para o outro, e de ambos com as normas sociais estabelecidas, para que seja possível uma boa maternidade. Contudo, tais estudos não consideram a participação do próprio bebê nestas negociações. Desta forma, este estudo teve como foco o primeiro ano de vida da criança, procurando compreender se/como o bebê participa da (re)construção e (trans)formações das concepções de maternidade pela mãe. Objetivou-se apreender se/como o bebê se posiciona nas relações que vão constituindo a identidade materna; assim também, se/como ao bebê são dadas condições de posicionamento/constituição, entendendo esta negociação como um processo de (re)(des)(co)construção dos significados dialógicos da maternidade. Definiu-se pela condução de um estudo de caso, que se iniciou após aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Trabalhou-se com um Banco de Imagens que acompanhou, através de videogravações, todo o primeiro ano de vida de um bebê, desde o seu nascimento, em interação com sua família (mãe, pai, avó e irmão). As filmagens foram assistidas na íntegra, mapeadas quanto a participantes, interações estabelecidas e a idade do bebê. Para a análise selecionou-se um evento - o da amamentação -, e recortaram-se cenas tendo como critérios interações entre a mãe e o bebê, em que pudessem ser percebidos reforços / quebras / novas construções de expectativas quanto à noção de maternidadeatravés das interações e dos comportamentos da dupla. Com base na perspectiva da Rede de Significações, os recortes foram transcritos e analisados microgeneticamente, com especial atenção para aspectos da interação dialógica, a mesma sendo analisada também através dos comportamentos não verbais. A análise aponta uma negociação de sentidos para esta experiência de maternidade que acontece de forma vivencial e dinâmica na interação da díade. Na primeira família analisada, o bebê é o segundo filho desta mãe que vivência uma dificuldade na lactação, o que gera uma necessidade de negociação não apenas com os discursos culturais vigentes mas também com este bebê, para o qual um novo acordo é proposto - a mamadeira vai ocupando a função da alimentação e a mãe transforma o peito em um recurso de acolhimento, a ser usado quando o bebê tem soluço, está choroso, ou precisa relaxar. Simultaneamente, o bebê procura o peito inclusive quando não está com fome. Para a segunda família, sendo o primeiro filho, a mãe se mostra bastante preocupada com as orientações no início das filmagens, tendo especial dificuldade no momento que sucede a amamentação - o arroto. O bebê adormece e a mãe tenta negociar corporalmente para que a filha arrote. É na relação entre mãe e bebê que vão se estabelecendo os sentidos para o desconforto do bebê e para as tentativas de manejo da mãe, conforme o bebê aceita ou recusa o manejo proposto por ela. Conforme a interação propicia outros sentidos, possibilita que a mãe vivencie outras descrições identitárias para a maternidade, mais próprias e autênticas, legitimadas e transformadas na relação com o bebê
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.12.2016

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAULLO, Rosaria Fernanda Magrin; AMORIM, Katia de Souza. A amamentação e o mito da maternidade perfeita: dialogia e transformações no encontro com o bebê. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.
    • APA

      Saullo, R. F. M., & Amorim, K. de S. (2016). A amamentação e o mito da maternidade perfeita: dialogia e transformações no encontro com o bebê. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Saullo RFM, Amorim K de S. A amamentação e o mito da maternidade perfeita: dialogia e transformações no encontro com o bebê. 2016 ;
    • Vancouver

      Saullo RFM, Amorim K de S. A amamentação e o mito da maternidade perfeita: dialogia e transformações no encontro com o bebê. 2016 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021