Exportar registro bibliográfico

Avaliação eletromiográfica, força de mordida e mobilidade mandibular em indivíduos com fraturas de terço médio e superior da face (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: SPAGNOL, GUILHERME - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: ODONTOLOGIA; FACE; ELETROMIOGRAFIA; FORÇA DE MORDIDA; MÚSCULOS MASTIGATÓRIOS
  • Keywords: Bite force; Electromyography; Eletromiografia; Facial trauma; Força de mordida; Fratura complexa de face; Jaw mobility; Masticatory muscles; Mobilidade mandibular; Músculos mastigatórios
  • Language: Português
  • Abstract: O trauma de face pode ser considerado um problema de saúde pública, principalmente pelo elevado número de indivíduos envolvidos em acidentes, que acabam fraturando os ossos da face. Este estudo avaliou força de mordida, atividade eletromiográfica (EMG) e mobilidade mandibular em pacientes submetidos à cirurgia para tratamento de fraturas de face que necessitaram de acesso cirúrgico tipo coronal. A amostra foi constituída por 10 indivíduos distribuídos em dois grupos distintos: Grupo 1 fraturas de face tratadas cirurgicamente com acesso coronal (n=6); e Grupo 2 fraturas de face tratadas cirurgicamente com acesso coronal com extensão pré-auricular (n=4) e um Grupo Controle demonstrativo composto de pessoas saudáveis pareados em idade e medidas antropométricas com os grupos. Foi avaliada a força de mordida molar máxima por meio de dinamômetro digital; atividade eletromiográfica do músculo masseter direito (MD), masseter esquerdo (ME), temporal direito (TD), temporal esquerdo (TE) por meio do eletromiógrafo MyoSystem-Br1; e mobilidade mandibular utilizando o paquímetro digital. Os períodos avaliados após tratamento cirúrgico do trauma de face foram de 1, 2, 3 e 6 meses. Os dados eletromiográficos, força de mordida e mobilidade mandibular foram tabulados e submetidos à análise estatística (SPSS 21.0) e foi utilizado o teste de medidas repetidas com nível de significância de 5% e intervalo de confiança de 95%. Foi encontrada diferença estatística significante paraatividade EMG na lateralidade esquerda para o músculo TD (p=0,02) e contração voluntária máxima para o músculo MD (p=0,04) e músculo TD (p=0,04); na força de mordida molar máxima direita (p=0,00) e esquerda (p=0,01) ao longo do tempo de 1, 2, 3 e 6 meses, após o acesso coronal com extensão. Houve diferença estatística significante ao longo do tempo de 1, 2, 3 e 6 meses, após o acesso coronal para atividade EMG em repouso para o músculo ME (p=0,00), lateralidade esquerda para o músculo TD (p=0,04), contração voluntária máxima para os músculos: MD (p=0,05), ME (p=0,00), TE (p=0,01) e na força de mordida molar máxima esquerda (p=0,01). Os autores concluíram que após a fixação interna estável das fraturas utilizando acesso cirúrgico coronal, os indivíduos recuperaram a atividade eletromiográfica mastigatória, aumentaram a força de mordida molar máxima e aumentaram a mobilidade mandibular, ao longo do tempo avaliado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.01.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SPAGNOL, Guilherme; TRIVELLATO, Alexandre Elias. Avaliação eletromiográfica, força de mordida e mobilidade mandibular em indivíduos com fraturas de terço médio e superior da face. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-18022016-163507/ >.
    • APA

      Spagnol, G., & Trivellato, A. E. (2016). Avaliação eletromiográfica, força de mordida e mobilidade mandibular em indivíduos com fraturas de terço médio e superior da face. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-18022016-163507/
    • NLM

      Spagnol G, Trivellato AE. Avaliação eletromiográfica, força de mordida e mobilidade mandibular em indivíduos com fraturas de terço médio e superior da face [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-18022016-163507/
    • Vancouver

      Spagnol G, Trivellato AE. Avaliação eletromiográfica, força de mordida e mobilidade mandibular em indivíduos com fraturas de terço médio e superior da face [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58136/tde-18022016-163507/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021