Exportar registro bibliográfico

Gastrostomia endoscópica em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço: comparação da técnica de introdução com gastropexia e técnica de tração (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated author: RETES, FELIPE ALVES - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MGT
  • Subjects: NEOPLASIAS DE CABEÇA E PESCOÇO; GASTROSTOMIA; ENDOSCOPIA GASTROINTESTINAL; DESNUTRIÇÃO; DIETOTERAPIA; COMPLICAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS
  • Keywords: Endoscopy gastrointestinal; Enteral nutrition; Gastrostomy; Head and neck neoplasms; Malnutrition; Postoperative complications
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O câncer de cabeça e pescoço (CCP) ocupa mundialmente a sétima posição em incidência. Até dois terços dos pacientes com CCP podem apresentar disfagia já no diagnóstico da doença. A gastrostomia endoscópica percutânea (GEP) é, atualmente, o método de escolha para oferecer suporte nutricional por longo prazo. A técnica de tração é a mais utilizada por sua simplicidade e baixa morbidade. Entretanto, em pacientes com CCP, a presença de estenoses benignas ou malignas pode dificultar ou impedir a realização do procedimento, além de estar associada a maiores taxas de infecção local e implante tumoral para o sítio de punção da gastrostomia, quando comparada à técnica de introdução com gastropexia. Objetivo: Comparar as técnicas de GEP de tração e de introdução com gastropexia em pacientes com CCP. Métodos: Análise retrospectiva de banco de dados coletado prospectivamente, sobre pacientes com câncer de cabeça e pescoço submetidos à gastrostomia endoscópica percutânea. A técnica de tração foi realizada utilizando-se o kit de gastrostomia PEG 24® PULL METHOD (Cook Medical, Bloomington, Estados Unidos), enquanto a técnica de introdução com gastropexia foi realizada utilizando-se o kit de gastrostomia Freka® Pexact 15 (Fresenius-Kabi, BadHomburg, Alemanha). Resultados: 314 pacientes com câncer de cabeça e pescoço foram encaminhados para realização de GEP. O procedimento foi realizado com sucesso em 309 pacientes (98,4%), sendo 172 gastrostomias pela técnica de tração (GT) e137 pela técnica de introdução (GI). Os dois grupos foram semelhantes em relação à idade, gênero, média dos níveis séricos de albumina e uso de anticoagulantes ou antiagregantes plaquetários. Os pacientes no GI, no entanto, apresentavam menor índice de Karnofsky (p=0,019) e maior presença de traqueostomia (p=0,003) e trismo (p < 0,001). A localização do tumor foi semelhante entre os dois grupos, no entanto, o estadiamento foi diferente. A maioria nos dois grupos apresentavam tumores estadio IV, entretanto alguns pacientes no grupo de tração apresentavam estadio I e II, enquanto no grupo de introdução não. A taxa total de complicações foi de 36,9%, sendo 5,8% maiores e 31,1% menores. As taxas de complicações imediatas e tardias foram de 6,5% e 30,4%, respectivamente. Não houve diferença estatisticamente significativa dessas taxas entre os dois grupos. Em relação às complicações isoladamente, as únicas que apresentaram diferença significativa foram sangramento menor no local da gastrostomia (p=0,006) e disfunção precoce da sonda (p=0,005), sendo ambas mais frequentes no grupo de introdução. Houve apenas um óbito relacionado ao procedimento, no GT. A mortalidade em 30 dias foi de 20,7%, semelhante entre os grupos. Conclusão: As duas técnicas de GEP apresentam altos índices de sucesso técnico em pacientes com CCP, porém com altos índices de complicações menores. A técnica de introdução com gastropexia apresenta risco aumentado de sangramento menor no local da gastrostomia e dedisfunção precoce da sonda quando comparada à técnica de tração
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.05.2017
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RETES, Felipe Alves; MALUF FILHO, Fauze. Gastrostomia endoscópica em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço: comparação da técnica de introdução com gastropexia e técnica de tração. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-07082017-100527/ >.
    • APA

      Retes, F. A., & Maluf Filho, F. (2017). Gastrostomia endoscópica em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço: comparação da técnica de introdução com gastropexia e técnica de tração. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-07082017-100527/
    • NLM

      Retes FA, Maluf Filho F. Gastrostomia endoscópica em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço: comparação da técnica de introdução com gastropexia e técnica de tração [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-07082017-100527/
    • Vancouver

      Retes FA, Maluf Filho F. Gastrostomia endoscópica em pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço: comparação da técnica de introdução com gastropexia e técnica de tração [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-07082017-100527/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022