Exportar registro bibliográfico

Produção de metano em AnSBBR tratando vinhaça em condição termofílica (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: ALBUQUERQUE, JULIANE NOGUEIRA DE - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: POLUIÇÃO AMBIENTAL; VINHAÇA; REATORES ANAERÓBIOS
  • Keywords: Anaerobic reactor; Concentração do afluente; Fed time; Influent concentration; Metano; Methane; Tempo de enchimento
  • Language: Português
  • Abstract: O tratamento de efluentes industriais gerados em elevadas temperaturas por meio da digestão anaeróbia termofílica aparece como opção para o controle da poluição ambiental e obtenção de bioenergia. Nesse sentido, este trabalho investigou o uso do reator anaeróbio termofílico contendo biomassa imobilizada e com agitação mecânica operado em batelada e/ou batelada alimentada sequenciais no tratamento da vinhaça visando a produção de metano. Foi verificada a influência do aumento da carga orgânica volumétrica aplicada e da estratégia de alimentação no desempenho do reator. O volume do meio líquido do reator foi de 2,3 L, sendo 1,3 L de volume residual e 1,0 L o volume de efluente a ser tratado por ciclo, mantendo-se constante a temperatura (55ºC - faixa termofílica), o tempo de ciclo (8 horas) e a velocidade de agitação (100 rpm). Inicialmente foi realizada a adaptação da biomassa, em seguida foi avaliada a influência da carga orgânica volumétrica aplicada (6,5-25,9 gDQO/L.d) pelo aumento da concentração de matéria orgânica afluente, e por fim foi implementada a estratégia de alimentação por batelada alimentada. Na etapa do aumento da COVA foram alcançadas maiores produtividades molar (304 molCH4/'m POT.3'.d) e volumétrica (6828 mL-CNPT CH4/L.d) de metano na COVA de 25,9 gDQO/L.d, com rendimento de metano por matéria orgânica consumida próximo ao valor teórico (15,6 mmol de CH4/gDQO) e remoção da matéria orgânica na forma de DQO entre 75-80% nas condições com COVA acima de 14gDQO/L.d.Na etapa em que se modificou a estratégia de alimentação, as produtividades molar e volumétrica de metano foram de 351,9 molCH4/'m POT.3'.d e 7888 mL-CNPT CH4/L.d, respectivamente, com rendimento de metano por matéria orgânica removida próximo ao valor teórico. A produção de energia foi de 25,1 MW e 30,3 MW nas condições em batelada e batelada alimentada, respectivamente. O modelo cinético permitiu o entendimento da influência da carga orgânica e da estratégia de alimentação sobre o desempenho do reator para geração de metano, analisando-se os coeficientes das reações de consumo/produção dos compostos envolvidos na rota metabólica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALBUQUERQUE, Juliane Nogueira de; RODRIGUES, José Alberto Domingues. Produção de metano em AnSBBR tratando vinhaça em condição termofílica. 2017.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-03082017-100654/ >.
    • APA

      Albuquerque, J. N. de, & Rodrigues, J. A. D. (2017). Produção de metano em AnSBBR tratando vinhaça em condição termofílica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-03082017-100654/
    • NLM

      Albuquerque JN de, Rodrigues JAD. Produção de metano em AnSBBR tratando vinhaça em condição termofílica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-03082017-100654/
    • Vancouver

      Albuquerque JN de, Rodrigues JAD. Produção de metano em AnSBBR tratando vinhaça em condição termofílica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-03082017-100654/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021