Exportar registro bibliográfico

To be diurnal or nocturnal: the interplay of energy balance and time of activity in subterranean rodents (Ctenomys aff. knighti) and laboratory mice (Mus musculus) (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, PATRÍCIA TACHINARDI ANDRADE - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIF
  • Subjects: FISIOLOGIA ANIMAL; RITMOS CIRCADIANOS ANIMAL; METABOLISMO ENERGÉTICO; ROEDORES; TEMPERATURA
  • Keywords: Circadian rhythms; Circadian thermos-energetic hypothesis; Condições seminaturais; Energética; Energetics; Hipótese circadiana termoenergética; Respirometry; Semi-natural enclosures; Tuco-tucos; Tuco-tucos
  • Language: Inglês
  • Abstract: Estudos que apontam discrepâncias entre atividade noturna e diurna, respectivamente, sob condições de laboratório e de campo, estão cada vez mais comuns em roedores e sugerem que a definição de nicho temporal é muito mais plástica do que se suspeitava inicialmente. Recentemente, foi proposto que fatores que desafiam o balanço energético do animal desempenham um papel importante em mudanças de nicho temporal. A disponibilidade de alimento e as temperaturas ambientais poderiam ser algumas das diferenças fundamentais entre campo e laboratório, os quais poderiam alterar o padrão temporal de atividade diária. No laboratório, os animais são alimentados ad libitum, enquanto na natureza eles precisam gastar energia para forrageamento. A "hipótese circadiana termoenergética" sugere que a atividade diurna pode ser uma resposta aos altos custos energéticos do forrageamento, permitindo que o animal economize energia durante as horas mais frias da noite, descansando e se abrigando em tocas onde as temperaturas são mais altas do que na superfície. Nesta tese, exploramos a interação entre a plasticidade da definição noturnalidade/diurnalidade e o metabolismo energético em duas espécies de roedores, o tuco-tucos (Ctenomys aff. knighti) e o camundongo de laboratório (Mus musculus). Tuco-tucos são roedores subterrâneos que enfrentam desafios energéticos peculiares em seu habitat e verificamos que são diurnos em campo e noturnos em laboratório. Nós caracterizamos a variação de seu gastoenergético ao longo do dia e da noite e descrevemos o achado peculiar de que algum fator presente no interior da câmara metabólica pode ser um gatilho para a mudança de noturnalidade para diurnalidade. Além disso, estimamos a quantidade de energia que os tuco-tucos economizariam ao serem diurnos em campo, combinando medidas de taxa metabólica em várias temperaturas ambientes com registros dessa temperatura no habitat natural do tuco-tuco. Descrevemos também investigações adicionais sobre a plasticidade circadiana na atividade locomotora e na temperatura corporal de camundongos submetidos à restrição alimentar, em condições seminaturais. Os achados desses três estudos forneceram evidências valiosas para a discussão do papel dos fatores ambientais, particularmente os desafios energéticos, na plasticidade dos ritmos diários
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Patrícia Tachinardi Andrade; ODA, Gisele Akemi; VALENTINUZZI, Verônica Sandra. To be diurnal or nocturnal: the interplay of energy balance and time of activity in subterranean rodents (Ctenomys aff. knighti) and laboratory mice (Mus musculus). 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-25072017-110626/ >.
    • APA

      Silva, P. T. A., Oda, G. A., & Valentinuzzi, V. S. (2017). To be diurnal or nocturnal: the interplay of energy balance and time of activity in subterranean rodents (Ctenomys aff. knighti) and laboratory mice (Mus musculus). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-25072017-110626/
    • NLM

      Silva PTA, Oda GA, Valentinuzzi VS. To be diurnal or nocturnal: the interplay of energy balance and time of activity in subterranean rodents (Ctenomys aff. knighti) and laboratory mice (Mus musculus) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-25072017-110626/
    • Vancouver

      Silva PTA, Oda GA, Valentinuzzi VS. To be diurnal or nocturnal: the interplay of energy balance and time of activity in subterranean rodents (Ctenomys aff. knighti) and laboratory mice (Mus musculus) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-25072017-110626/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020