Exportar registro bibliográfico

Remoção de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado em esgoto sanitário em reator anaeróbio de leito granular expandido em escala piloto (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: GRANATTO, CAROLINE FABIANE - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: ESGOTOS SANITÁRIOS; REATORES ANAERÓBIOS; SURFACTANTES
  • Keywords: GEOBACTER; DESULFOVIBRIO; METAIS POTENCIALMENTE TÓXICOS; COMPOSTOS RECALCITRANTES
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivou-se neste trabalho avaliar a remoção e degradação de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado (LAS) em esgoto sanitário do município de São Carlos - SP empregando o reator anaeróbio de leito granular expandido (EGSB - Expanded Granular Sludge Bed) em escala piloto, com TDH de 36 horas e temperatura mesofílica (+/- 35ºC), instalado na ETE de São Carlos. Análises físico-químicas e cromatográficas foram realizadas para a caracterização do esgoto sanitário e monitoramento do reator EGSB. Foi observado no esgoto sanitário concentração de DQO bruta e LAS de 653,50 +/- 169,30 mg/L e 6,189 +/- 3,25 mg/L, respectivamente. Em relação ao Ferro e metais potenciamente tóxicos, foram observados no esgoto sanitário os seguintes compostos: Cádmio, Chumbo, Ferro, Manganês, Níquel e Zinco. Em relação aos compostos recalcitrantes foram observados Butil Benzenosulfonamida, Ácido Hexadecanóico, Limoneno, Terpineno, Fenol, Álcool Feniletílico, Indolizina, Cafeína e Isobutil Octadecil Ftalato. O reator EGSB foi monitorado durante 314 dias e observou-se para DQO afluente e efluente, respectivamente, 265,82 +/- 82,36 mg/L e 63,24 +/- 40,67 mg/L. Em relação ao LAS observou-se 7,35 +/- 3,76 mg/L e 3,32 +/- 3,08 mg/L, respectivamente. Verificou-se 60,37 +/- 29,84% de remoção de LAS. Observou-se durante toda operação pH próximo a neutralidade (7,26 +/- 0,31), alcalinidade total efluente de 234,61 +/- 64,39 mg'CA''CO IND.3'/L e ácidos orgânicos voláteis efluente de 88,26 +/- 23,68 mg/L. Por meio do balanço de massa constatou-se que 56,2% do LAS foram removidos, compreendendo 12,8% por adsorção e 43,4% por biodegradação. Ao longo da operação do EGSB observou-se desestruturação e diminuição do tamanho médio dos grânulos, tal fato corrobora com a maior concentração efluente de sólidos totais e sólidos totais voláteis no primeiro mês e ao final da operação em comparação com a média geralde sólidos efluentes. Foram identificados por meio da plataforma Illumina MiSeq, 18 gêneros relacionados a degradação do LAS, tais como Synergistes, Syntrophorhabdus, Syntrophus, Clostridium, Geobacter e Desulfovibrio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.06.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRANATTO, Caroline Fabiane; VARESCHE, Maria Bernadete Amâncio. Remoção de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado em esgoto sanitário em reator anaeróbio de leito granular expandido em escala piloto. 2017.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-31072017-151812/pt-br.php >.
    • APA

      Granatto, C. F., & Varesche, M. B. A. (2017). Remoção de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado em esgoto sanitário em reator anaeróbio de leito granular expandido em escala piloto. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-31072017-151812/pt-br.php
    • NLM

      Granatto CF, Varesche MBA. Remoção de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado em esgoto sanitário em reator anaeróbio de leito granular expandido em escala piloto [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-31072017-151812/pt-br.php
    • Vancouver

      Granatto CF, Varesche MBA. Remoção de surfactante aniônico alquilbenzeno linear sulfonado em esgoto sanitário em reator anaeróbio de leito granular expandido em escala piloto [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-31072017-151812/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021