Exportar registro bibliográfico

Síntese de nanopartículas de prata a partir da reciclagem de placas de circuito impresso (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CALDAS, MARCOS PAULO KOHLER - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Subjects: PLACAS; PRATA; HIDROMETALURGIA; NANOTECNOLOGIA; NANOPARTÍCULAS
  • Language: Português
  • Abstract: A recuperação de metais presentes em equipamentos eletroeletrônicos tem atraído interesse em virtude de novas e diferentes tecnologias que visam a reutilização desses elementos químicos em novos processos produtivos. A recuperação de prata de placas de circuito impresso (PCI) na forma de nanopartículas é uma alternativa para reutilização deste metal nobre. Este trabalho teve como objetivos: recuperar a prata presente em placas de circuito impresso através de uma rota hidrometalúrgica; separar a prata dos demais metais e utilizar a prata recuperada para sintetizar nanopartículas de prata. Para desenvolvimento do trabalho, foram utilizados dois modelos de PCIs com diferentes composições: placa mãe e placa de memória de computadores obsoletos. As placas foram caracterizadas por digestão em água régia, análise granulométrica, análise em lupa binocular, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e perda ao fogo. Foi definida uma rota hidrometalúrgica para recuperação da prata após um estudo de três rotas possíveis. A rota hidrometalúrgica definida para recuperação da prata, para os dois modelos de PCIs, envolveu uma primeira lixiviação em meio ácido sulfúrico a 95ºC, por 18 horas e uma segunda lixiviação em ácido sulfúrico em meio oxidante (adição de peróxido de hidrogênio - H2O2) a 95ºC por 6 horas. Esta rota descarta a técnica de separação magnética e separação eletrostática, pois o metal em estudo é encontrado em pequenas concentrações nos resíduos eletroeletrônicos. O licor lixiviado foi caracterizado por espectrometria de emissão óptica com acoplamento de plasma induzido (ICP-OES). Após o processo de lixiviação, a prata foi isolada dos demais metais na forma de AgCl, através de processo de precipitação seletiva utilizando NaCl. A síntese de nanopartículas de prata foi feita utilizando o citrato de sódio como agente estabilizante.Os resultados obtidos neste trabalho permitem concluir que foi possível recuperar 100% da prata presente nas placas de circuito impresso proveniente de computadores obsoletos, por meio da rota hidrometalurgica utilizada. Após a lixiviação, a prata foi isolada. Com a prata isolada, foi possível a síntese de nanopartículas de prata com diâmetro médio de 60 a 80nm.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALDAS, Marcos Paulo Kohler; ESPINOSA, Denise Crocce Romano. Síntese de nanopartículas de prata a partir da reciclagem de placas de circuito impresso. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-20072017-151234/pt-br.php >.
    • APA

      Caldas, M. P. K., & Espinosa, D. C. R. (2017). Síntese de nanopartículas de prata a partir da reciclagem de placas de circuito impresso. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-20072017-151234/pt-br.php
    • NLM

      Caldas MPK, Espinosa DCR. Síntese de nanopartículas de prata a partir da reciclagem de placas de circuito impresso [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-20072017-151234/pt-br.php
    • Vancouver

      Caldas MPK, Espinosa DCR. Síntese de nanopartículas de prata a partir da reciclagem de placas de circuito impresso [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3137/tde-20072017-151234/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020