Exportar registro bibliográfico

Literacias digitais nos cursos de Graduação em Relações Públicas: disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de universidades brasileiras (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: VERGILI, RAFAEL - ECA
  • Unidade: ECA
  • Sigla do Departamento: CCA
  • Subjects: RELAÇÕES PÚBLICAS; ENSINO SUPERIOR; CURRÍCULO DE ENSINO SUPERIOR; LETRAMENTO DIGITAL; TECNOLOGIA
  • Keywords: Core Curricula; Digital Literacies; Higher Education; Literacias Digitais; Public Relations; Technology Subjects
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho tem como objetivo avaliar se universidades brasileiras aumentaram a carga horária e o número de disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de seus cursos de Graduação em Relações Públicas, especialmente após a publicação das DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais) de 2013. Para atingir o objetivo, além da revisão de literatura, foram realizados: mapeamento de todos os cursos de Graduação em RP oferecidos no Brasil; pesquisa qualitativa, por meio de entrevistas em profundidade com coordenadores de IES (Instituições de Ensino Superior); e pesquisa documental, em que foi realizada análise das matrizes curriculares de 10 universidades do Brasil e do exterior. Entende-se que a ruptura da linha divisória entre emissor e receptor, provocada especialmente pelo advento da Web, acelerou a velocidade das trocas de informações, o que impactou a atividade de Relações Públicas e, também, as IES, que precisaram se adaptar a uma nova realidade para formar seus estudantes. Com as DCNs do Curso de RP, publicadas no Diário Oficial da União do dia 1° de outubro de 2013, que apresentam atenção ampliada sobre aspectos relativos à tecnologia, aparentemente buscou-se integração com essas mudanças. Após selecionar 10 universidades pelos critérios de IGC (Índice Geral de Cursos) do Inep/MEC (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira/Ministério da Educação) e de proporção de cursos por regiões do país, foram realizadas entrevistas com coordenadoresde curso de Graduação em RP de universidades públicas e privadas para averiguar como o tema "tecnologia" é tratado em diferentes realidades brasileiras. Constatou-se, por meio dos procedimentos metodológicos utilizados, aumento considerável no número de disciplinas de tecnologia e, o mais importante, na carga horária dedicada ao tema, o que pode permitir ampliação de desenvolvimento de habilidades e competências (literacias digitais) para lidar com plataformas digitais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.04.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VERGILI, Rafael; PASSARELLI, Brasilina. Literacias digitais nos cursos de Graduação em Relações Públicas: disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de universidades brasileiras. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-31052017-115431/ >.
    • APA

      Vergili, R., & Passarelli, B. (2017). Literacias digitais nos cursos de Graduação em Relações Públicas: disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de universidades brasileiras. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-31052017-115431/
    • NLM

      Vergili R, Passarelli B. Literacias digitais nos cursos de Graduação em Relações Públicas: disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de universidades brasileiras [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-31052017-115431/
    • Vancouver

      Vergili R, Passarelli B. Literacias digitais nos cursos de Graduação em Relações Públicas: disciplinas de tecnologia nas matrizes curriculares de universidades brasileiras [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-31052017-115431/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021