Exportar registro bibliográfico

Material particulado de carbono nos compartimentos de tecidos de macrófagos alveolares e de superfície pulmonar de residentes de São Paulo, Brasil   (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: PADOVAN, MICHELE GALHARDONI - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA; MACRÓFAGOS; TABAGISMO; POLUIÇÃO AMBIENTAL; FUMAÇA; MATERIAL PARTICULADO; FUMO
  • Keywords: Air pollution; Alveolar macrophage; Anthracosis; Antracose; Cigarette smoke pollution; Particulate matter; Soot
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução Os fumantes inalam grandes quantidades de partículas de carbono, o que pode contribuir para efeitos adversos pulmonares e sistêmicos. É sabido que os macrófagos alveolares (MA) desempenham um papel extremamente importante no reconhecimento e processamento de qualquer material estranho inalado e são as células predominantes que processam e removem partículas inaladas. Existe também a deposição superficial a longo prazo do carbono observado nos pulmões de fumantes em autópsias. Atualmente, a distribuição e retenção de partículas de fumo derivadas de cigarros quando a pessoa também está exposta a níveis elevados de poluição do ar ainda não é clara. Portanto, procurou-se avaliar a carga de carbono nos MA e a deposição de superfície pulmonar em uma população exposta a alta poluição atmosférica (São Paulo), tanto em fumantes como não-fumantes. Métodos Uma coorte de 72 sujeitos post mortem foi obtida do Serviço de Verificação de Óbitos da Capital da Universidade de São Paulo (SVOC). As imagens das superfícies pulmonares foram obtidas sob condições padrão e pequenos fragmentos de tecido pulmonar foram coletados para análise de macrófagos usando a técnica de esfregaço. A superfície total de negro de carbono foi analisada utilizando o programa Imagem J (National Institute of Health, MD, EUA), teste cego ao fumo. A absorção interna de carbono nos MA foi medida utilizando o programa Image Pro Plus (The Proven Solution, Media Cybernetics Inc., EUA). A aprovação ética foiobtida. A média de negro de carbono de macrófagos tanto em fumantes como em não-fumantes foi analisada utilizando teste de Mann Whitney e expressa como intervalo interquartil (IQR). Resultados Os fumantes têm um nível significativamente mais elevado de negro de carbono nos macrófagos alveolares (103.4 (IQR 29.44 to 226.3) vs. 9.27 (IQR 3.1 to 85.13) um2, P < 0.001)103.4um2. Não houve diferença significativa entre a área média de deposição superficial de carbono nos pulmões de fumantes e não fumantes de 6, 74 cm2 (IQR 3, 47 a 10, 02) versus 5, 20 cm2 (IQR 2, 29 a 7, 54) P=NS. Conclusão O teor de carbono nos MA é claramente muito maior nos fumantes do que os nãofumantes. No entanto, a análise da superfície pulmonar não mostrou diferença significativa. Isso pode indicar que, em uma área de alta poluição do ar, o principal fator que contribui para a deposição de carbono no pulmão a longo prazo é a exposição à poluição com efeitos limitados da exposição à fumaça de cigarro. O preto de carbono nos MA ainda aparece significativamente influenciado pela exposição à fumaça de cigarro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PADOVAN, Michele Galhardoni; AZEVEDO NETO, Raymundo Soares de. Material particulado de carbono nos compartimentos de tecidos de macrófagos alveolares e de superfície pulmonar de residentes de São Paulo, Brasil  . 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-20062017-113703/ >.
    • APA

      Padovan, M. G., & Azevedo Neto, R. S. de. (2017). Material particulado de carbono nos compartimentos de tecidos de macrófagos alveolares e de superfície pulmonar de residentes de São Paulo, Brasil  . Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-20062017-113703/
    • NLM

      Padovan MG, Azevedo Neto RS de. Material particulado de carbono nos compartimentos de tecidos de macrófagos alveolares e de superfície pulmonar de residentes de São Paulo, Brasil   [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-20062017-113703/
    • Vancouver

      Padovan MG, Azevedo Neto RS de. Material particulado de carbono nos compartimentos de tecidos de macrófagos alveolares e de superfície pulmonar de residentes de São Paulo, Brasil   [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-20062017-113703/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021