Exportar registro bibliográfico

A guerra indígena como guerra colonial: as representações e o lugar da belicosidade indígena e da antropofagia no Brasil Colonial (séculos XVI e XVII) (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FUJIMOTO, JULIANA - FFLCH
  • School: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: PERÍODO COLONIAL (1500-1822); ÍNDIOS; GUERRA; TUPINAMBÁ; ANTROPOLOGIA
  • Keywords: Belicosidade; Bellicosity; Go-between; Guerra colonial; Guerra indígena; Indian war; Mediadores
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho constitui uma análise do processo de reorientação das guerras indígenas no Brasil colonial empreendida mediante a investigação da atividade bélica indígena na capitania da Bahia entre a instalação do governo-geral em 1549 e a invasão holandesa na Bahia de 1624. Trata-se de uma revisão bibliográfica dos estudos antropológicos clássicos acerca do complexo bélico tupinambá e posterior cotejamento com as diferentes configurações assumidas pela guerra indígena nas fontes quinhentistas e seiscentistas e na historiografia contemporânea. Estabeleceu-se como objetivos de estudo avaliar as contribuições e limites das análises antropológicas sobre o complexo guerra-sacrifício tupi, a fim de ampliar a compreensão sobre o processo de reorientação da guerra indígena e explicar a participação indígena nas guerras realizadas na Bahia, bem como avaliar em que medida a atuação dos missionários cristãos como mediadores culturais auxilia a compreensão desse processo. No âmbito teórico, focalizou-se a atuação dos missionários como mediadores das relações interculturais durante a missão jesuíta na Bahia com o aporte da teoria da mediação cultural. Como diretriz metodológica, optou-se pelo gênero narrativo-descritivo para transcrever as narrativas que abordam o processo de transformação das guerras intertribais em guerra coloniais, a fim de evidenciar as diferentes perspectivas teóricas sobre a guerra indígena. Analisaram-se criticamente as representações das guerras nasdiferentes fontes, a partir das quais se elaborou a reconstituição de dois processos: a adaptação do sistema bélico tupi para o atendimento das necessidades bélicas coloniais e a construção de uma nova ideologia de guerra com a ênfase na belicosidade indígena e na antropofagia para justificar as novas demandas geradas no contexto da colonização. Identificaram-se como principais resultados do estudo, a utilização da prática bélica indígena como instrumento de colonização e exploração econômica, a exacerbação da belicosidade indígena nos discursos europeus para justificar a necessidade da colonização e a reconfiguração das guerras realizadas no Novo Mundo, que a partir do encontro ultrapassaram as antigas rivalidades intertribais e tornaram-se conflitos coloniais.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2016
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FUJIMOTO, Juliana; AGNOLIN, Adone. A guerra indígena como guerra colonial: as representações e o lugar da belicosidade indígena e da antropofagia no Brasil Colonial (séculos XVI e XVII). 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-10042017-123359/ >.
    • APA

      Fujimoto, J., & Agnolin, A. (2016). A guerra indígena como guerra colonial: as representações e o lugar da belicosidade indígena e da antropofagia no Brasil Colonial (séculos XVI e XVII). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-10042017-123359/
    • NLM

      Fujimoto J, Agnolin A. A guerra indígena como guerra colonial: as representações e o lugar da belicosidade indígena e da antropofagia no Brasil Colonial (séculos XVI e XVII) [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-10042017-123359/
    • Vancouver

      Fujimoto J, Agnolin A. A guerra indígena como guerra colonial: as representações e o lugar da belicosidade indígena e da antropofagia no Brasil Colonial (séculos XVI e XVII) [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-10042017-123359/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020