Exportar registro bibliográfico

microRNAs 29b, 29c, 199a e 532-3p são potenciais repressores da expressão de GLUT4 e HK2 em músculo esquelético de ratos diabéticos (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ESTEVES, JOãO VICTOR DEL CONTI - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMB
  • Subjects: MÚSCULO ESQUELÉTICO; RATOS WISTAR; DOENÇAS METABÓLICAS; HIPERGLICEMIA; EXPRESSÃO GÊNICA; GLICOSE
  • Keywords: Gys1; Gys1; Hk2; Hk2; Slc2a4; Slc2a4; Diabetes; Diabetes; GLUT4; GLUT4; MicroRNAs; MicroRNAs; Post-transcriptional regulation; Regulação pós-transcricional; Sóleo; Soleus
  • Language: Português
  • Abstract: Diabetes é uma doença metabólica caracterizada por hiperglicemia associada a prejuízos na captação e utilização de glicose, em que reduções na expressão da proteína GLUT4 (codificada pelo gene SLC2A4), bem como das enzimas Hexokinase-2 e Glycogen synthase (codificadas pelos genes HK2 e GYS1), desempenham papel importante. Recentemente, um novo elemento vem sendo relacionado à etiopatogenia e à fisiopatologia do diabetes, os microRNAs (miRNAs), que são pequenos RNAs envolvidos na regulação da expressão gênica, geralmente afetando a degradação de mRNAs. Entretanto, a participação de miRNAs envolvidos na redução da expressão de mRNAs relacionados a proteínas envolvidas na captação e utilização de glicose, sobretudo em músculo esquelético, permanece desconhecida. O objetivo desse estudo foi investigar a expressão de miRNAs potencialmente reguladores da expressão de Slc2a4/GLUT4, Hk2/HK2 e Gys1/GYS1 em músculo esquelético de ratos diabéticos. Utilizamos ratos Wistar machos que foram tornados diabéticos pela administração de estreptozotocina. Após 13 dias, 3 grupos foram formados: não-diabético (ND) e diabético tratado com placebo (DP) ou insulina (DI). O tratamento foi conduzido por 7 dias, totalizando 21 dias de diabetes. Variáveis metabólicas foram avaliadas e os músculos sóleos foram removidos para avaliar a expressão de mRNAs, miRNAs e proteínas. Uma abrangente análise in silico foi conduzida para determinar miRNAs candidatos a regularem a expressão de Slc2a4, Hk2 e Gys1. Osanimais diabéticos apresentaram perda de peso, poliúria, glicosúria, hiperglicemia e aumento de frutosamina plasmática; a insulinoterapia melhorou estas variáveis.O diabetes reduziu a expressão dos mRNAs Slc2a4 (55%), Hk2 (47%) e Gys1 (45%), e das proteínas GLUT4 (77%), HK2(52%) e GYS1 (49%); a insulinoterapia restaurou essas variáveis. A expressão de 20 miRNAs foi avaliada neste estudo; 8 foram modulados pelo diabetes, sendo três supra-regulados, miR-1 (28%), miR-29b (~118%) e miR-29c (51%); e cinco infra-regulados, miR-93 (39%), miR-199a (30%), miR-345-3p (23%), miR-532-3p (26%) e miR-150 (32%). Exceto pelo miR-1 e miR-150, a insulinoterapia reverteu as demais alterações. Além disso, miR-29b e miR-29c correlacionaram-se negativamente com GLUT4 e HK2, e positivamente com glicemia, glicosúria e frutosamina, sugerindo uma possível relação causal; enquanto que miR-199a e miR-532-3p correlacionaram-se positivamente com GLUT4 e HK2, e também com as variáveis metabólicas, sugerindo uma regulação indireta sobre os mRNAs dessas proteínas. No último caso, demonstrou-se que o miR-199a tem como alvo o NFKB1, um repressor do gene Slc2a4, o qual diminuiu no diabetes, explicando, pelo menos parcialmente, o efeito indireto sobre o GLUT4. Em suma, o diabetes aumenta a expressão de miR-29b e miR-29c, e reduz a expressão de miR-199a e miR-532-3p; o primeiro efeito, potencialmente age diretamente na tradução do mRNA Slc2a4 e Hk2, e o segundo, potencialmente age indiretamente, via NFKB, na transcrição dos genes. Como consequência, as proteínas GLUT4 e HK2 diminuem, o que reduziria a utilização de glicose pelo músculo, contribuindo para a hiperglicemia do diabetes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ESTEVES, João Victor Del Conti; MACHADO, Ubiratan Fabres. microRNAs 29b, 29c, 199a e 532-3p são potenciais repressores da expressão de GLUT4 e HK2 em músculo esquelético de ratos diabéticos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42137/tde-17052017-164705/ >.
    • APA

      Esteves, J. V. D. C., & Machado, U. F. (2016). microRNAs 29b, 29c, 199a e 532-3p são potenciais repressores da expressão de GLUT4 e HK2 em músculo esquelético de ratos diabéticos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42137/tde-17052017-164705/
    • NLM

      Esteves JVDC, Machado UF. microRNAs 29b, 29c, 199a e 532-3p são potenciais repressores da expressão de GLUT4 e HK2 em músculo esquelético de ratos diabéticos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42137/tde-17052017-164705/
    • Vancouver

      Esteves JVDC, Machado UF. microRNAs 29b, 29c, 199a e 532-3p são potenciais repressores da expressão de GLUT4 e HK2 em músculo esquelético de ratos diabéticos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42137/tde-17052017-164705/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021