Exportar registro bibliográfico

Lugar de morar: o cotidiano de pessoas com transtornos mentais em um serviço residencial terapêutico (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: CORTES, JANDRO MORAES - INTER - ENFERMA
  • Unidade: INTER - ENFERMA
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: REFORMA PSIQUIÁTRICA; SAÚDE MENTAL; TRANSTORNOS MENTAIS; DESINSTITUCIONALIZAÇÃO; ENFERMAGEM
  • Keywords: Cotidiano; Daily life; Deinstitutionalization e Supported Housing; Mental Health; People mentally sick; Psychiatric Reform
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Residências Terapêuticas ou Serviços Residenciais Terapêuticos são moradias inseridas preferencialmente na comunidade, com a finalidade cuidar de pessoas que passaram longos anos asiladas em hospitais psiquiátricos. As diferentes formas de morar são estruturadas no cotidiano de todo homem e é na vida cotidiana que o homem participa com toda a sua individualidade e personalidade. Do ponto de vista de estrutura social, é no desenvolvimento das habilidades do cotidiano que o homem firma-se enquanto ser social amadurecido. Assim, questiona-se de que forma os moradores de um Serviço Residencial Terapêutico apropriam-se de seu processo de morar e de seu cotidiano. Objetivo: analisar o processo de morar e o cotidiano dos moradores de um Serviço Residencial Terapêutico. Método: trata-se de um estudo de caso, com abordagem qualitativa. O referencial teórico que norteou este estudo foi a Teoria do Cotidiano e a Reabilitação Psicossocial. Utilizou-se como técnica de coleta de dados a entrevista semiestruturada e a observação participante. Foram sujeitos deste estudo, seis moradores de um serviço residencial terapêutico do município de São Paulo, que aceitaram participar e assinaram o Termo de Consentimento.Os dados foram analisados pela técnica de análise temática, considerando os aspectos históricos e sociais em que foram coletados. Os resultados evidenciaram: a caracterização sóciodemográfica dos moradores; os hábitos de vida e a percepção do morador em relação ao morar no Serviço Residencial Terapêutico; sua compreensão do processo saúde-doença; a reabilitação psicossocial e a vida cotidiana. Os moradores apropriaram-se de seus cotidianos, sendo que estes últimos, em alguns momentos os cotidianos ficaram alienados e foram utilizados mecanismos para superá-los. São necessárias estratégias constantes, para gestores profissionais, a fim de tornar o morar e o cotidiano destes moradores possível, entretanto, urge que o homem social (profissionais, gestores, moradores, comunidade) destrua em si, as amarras manicomiais que foram histórica e socialmente instituídas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.03.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORTES, Jandro Moraes; BARROS, Sonia. Lugar de morar: o cotidiano de pessoas com transtornos mentais em um serviço residencial terapêutico. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-12052017-110329/ >.
    • APA

      Cortes, J. M., & Barros, S. (2016). Lugar de morar: o cotidiano de pessoas com transtornos mentais em um serviço residencial terapêutico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-12052017-110329/
    • NLM

      Cortes JM, Barros S. Lugar de morar: o cotidiano de pessoas com transtornos mentais em um serviço residencial terapêutico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-12052017-110329/
    • Vancouver

      Cortes JM, Barros S. Lugar de morar: o cotidiano de pessoas com transtornos mentais em um serviço residencial terapêutico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-12052017-110329/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021