Exportar registro bibliográfico

Estudo da variabilidade da frequência cardíaca durante o período de recuperação pós-exercício em pacientes hipertensos - efeito do treinamento físico (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ALMEIDA, DANIEL SALVINI DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: HIPERTENSÃO; TREINAMENTO FÍSICO; SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
  • Keywords: Autonomic Nervous System; Hypertension; Physical training
  • Language: Português
  • Abstract: Sabe-se que a hipertensão arterial está intimamente ligada a prejuízos no controle autonómico cardiovascular, caracterizado pelo maior predomínio do componente autonómico simpático e redução no componente autonómico vagal. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar o comportamento da variabilidade da frequência cardíaca durante 0 período de recuperação em homens e mulheres, bem como os efeitos promovidos pela prática do exercício físico nesses individuos hipertensos. Para tanto, foram utilizados dados de 21 voluntários hipertensos e sedentários com média de idade de 49+9,8 anos, divididos em 2 grupos distintos, homens (n=10) e mulheres (n=11). Todos os individuos foram submetidos a um protocolo de treinamento físico aeróbio em esteira, 3 vezes por semana, durante 12 semanas, com duração de 45 minutos, e intensidade fixada na frequência cardíaca obtida a 5% abaixo do limiar anaeróbio respiratório obtido no teste ergoespirométrico (Protocolo de Bruce Modificado). Ao final do treinamento de 12 semanas a capacidade aeróbia (VO^2p^ic^O) foi novamente avaliada. O registro para análise espectral da VFC foi realizado entre O9hOOmin e lOhOOmin da manhã, obedecendo ao seguinte protocolo; após 20 minutos em repouso na posição supina em uma maca inclinável, os voluntários foram colocados passivamente na posição inclinada a 75 graus durante mais 20 minutos. O registro da FC na posição supina e durante 0 tilt test foi realizado por meio do eletrocardiograma, do qual foram obtidas as séries temporais oriundas da medida do tempo entre os intervalos das ondas R-R. Para a análise estatística foi utilizada a comparação entre dois grupos, ou no mesmo grupo, antes e após, foi utilizado o teste "t" de Student; Quando a distribuição não era normal foram utilizados testes não-paramétricos. Na comparação entre dois grupos foi utilizado o teste de Mann-Whitney foramconsideradas estatisticamente dignificantes P era menor que 5%. Os resultados mostraram que o treinamento físico aeróbio no grupo Total-pós apresentou reduções significativas da pressão arterial sistólica (PAS) e da pressão arterial média (PAM). A associação entre os sexos mostrou aumento da FC basal. Já quando comparado os sexos separadamente, também foi observado diminuição da PAS no grupo Homem-pós em relação ao grupo Homem-pré, enquanto que nas mulheres essa redução ocorreu apenas na pressão arterial diastólica (PAD). Em relação aos valores antropométricos, houve diferença estatística apenas no parâmetro altura entre os grupos Mulheres-pré e Homens-pré. Os resultados do 6° minuto da recuperação não apresentaram diferenças estatisticamente dignificantes quando comparado os grupos, Total, Homens e Mulheres. Entretanto, quando se faz a associação entre os grupos Mulheres-pós e Homens-pós, foi observado uma redução da banda de LF(ms2). Apesar do HF(ms2), também ter tendido a diminuir, não houve relação estatística. Em relação a avaliação por meio da análise simbólica, os resultados mostraram redução nos valores de 2LV no grupo Mulheres-pós. A análise dos resultados do 6° ao 12° min no grupo Total não mostraram diferenças significantes em nenhum parâmetro analisado. Da mesma forma, quando comparamos os sexos separadamente, também não observamos diferenças estatisticamente significantes entre eles. Já quando analisamos os valores da análise simbólica, também não observamos diferenças no grupo Total tanto pré quanto pós treinamento. Ao verificar os resultados obtidas no grupo Homens-pós houve aumento do OV em relação ao grupo Homens-pré. Os resultados inter grupos também mostraram aumento dos parâmetros OV e OV/2V no grupo mulheres-pré quando comparado ao grupos Homens-pré. Diferentemente, os valores de 1V, 2LV e 2V apresentaramreduções significativas também no grupo Mulheres-pré em relação ao grupo Homens-pré. Os resultados no 12° min do grupo Total pré e pós não apresentaram diferença na analise espectral entre eles. Entretanto, quando comparamos inter grupos, o grupo Mulheres-pós apresentou uma redeução da banda de LF (ms2) quando comparado ao grupo Homem-pós, já os demais parâmetros não foram diferentes Para os valores da análise simbólica observamos apenas diminuição do parâmetro 2LV no grupos Mulheres-pós quando comparado ao grupo Homens-pós. Os demais resultados não apresentaram redu,cões dignificantes. Assim, concluimos que o treinamento físico aeróbio promoveu a redução dos parâmetros hemodinamicos nos grupos analisados. Além disso, embora observamos que a FC de recuperação foi semelhante entre os grupos, a VFC na recuperação no 6 e no 12° minutos apresentou maior recuperação no grupo das mulheres
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.11.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Daniel Salvini de; SOUZA, Hugo Celso Dutra de. Estudo da variabilidade da frequência cardíaca durante o período de recuperação pós-exercício em pacientes hipertensos - efeito do treinamento físico. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-07062017-115852 >.
    • APA

      Almeida, D. S. de, & Souza, H. C. D. de. (2016). Estudo da variabilidade da frequência cardíaca durante o período de recuperação pós-exercício em pacientes hipertensos - efeito do treinamento físico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-07062017-115852
    • NLM

      Almeida DS de, Souza HCD de. Estudo da variabilidade da frequência cardíaca durante o período de recuperação pós-exercício em pacientes hipertensos - efeito do treinamento físico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-07062017-115852
    • Vancouver

      Almeida DS de, Souza HCD de. Estudo da variabilidade da frequência cardíaca durante o período de recuperação pós-exercício em pacientes hipertensos - efeito do treinamento físico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-07062017-115852

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020