Exportar registro bibliográfico

Physiological responses of Ulva fasciata Delile (Ulvales, Chlorophyta): comparison of two populations from thermally distinct sites from Brazilian coast (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: MARTINS, NUNO DE OLIVEIRA TAVARES ALVES - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Subjects: AQUECIMENTO GLOBAL; CLOROFILA; FLUORESCÊNCIA; PIGMENTOS; MACROALGAS; TEMPERATURA; ECOFISIOLOGIA VEGETAL
  • Keywords: Chlorophyll; Eventos extremos; Extreme events; Fluorescence; Fv/Fm; Fv/Fm; Global warming; Heat wave; Onda de calor; PAM; PAM; Pigments; Temperature; Upwelling
  • Language: Inglês
  • Abstract: Num cenário de aquecimento global, um aumento da temperatura é esperado, assim como a ocorrência e intensidade de eventos climáticos extremos. Um exemplo de evento extremo são as ondas de calor marinhas, que são a principal ameaça a macroalgas marinhas. Ulva fasciata é uma espécie cosmopolita que ocorre em toda costa brasileira. Esse estudo foi realizado em duas regiões da costa do Estado do Rio de Janeiro (RJ). Ambas regiões são tropicais, mas Arraial do Cabo/RJ é naturalmente mais fria que Niterói/RJ devido ao fenômeno de ressurgência. Esse estudo objetivou: (i), confirmar que os indivíduos de U. fasciata dessas duas localidades da costa brasileira são da mesma espécie; e (ii) analisar fisiologicamente indivíduos de U. fasciata em campo e em experimentos de temperatura em condições controladas de laboratório. Nossa hipótese era de que populações de U. fasciata procedentes de localidades termicamente diferentes iriam apresentar respostas ecofisiológicas distintas. Em campo, foi acessado o rendimento quântico máximo (Fv/Fm) e o conteúdo pigmentar, e em laboratório, foi também avaliada a taxa de crescimento. O experimento em condições controladas de laboratório consistiu de três fases: (i) gradiente de temperatura; (ii) onda de calor (+5 oC) de 5 dias; e (iii) recuperação (- 4 oC) de 5 dias. Os dados moleculares permitiram afirmar que as duas populações pertencem à mesma espécie. Não foram detectadas diferenças nos fatores derivados da fluorescência entre os indivíduos dasduas populações avaliadas em campo, sugerindo aclimatação. Contudo, foram detectadas diferenças ao longo das três fases experimentais. A análise do conteúdo pigmentar em campo evidenciou que os indivíduos da população de Niterói (região mais quente) tinham mais clorofila a do que os indivíduos de Arraial do Cabo (região mais fria). No entanto, indivíduos da população de Niterói, quando cultivados em 21 oC, mostraram valores menores de pigmentos. As diferenças observadas sugerem ecótipos. Em conclusão, conforme o planeta se torna mais quente e eventos extremos climáticos se tornam mais frequentes, a probabilidade de ocorrência de ondas de calor é maior. Dessa forma, U. fasciata de Arraial do Cabo mostro melhor resposta fisiológica aos efeitos da onda de calor, o que lhe pode conferir maior capacidade de competição para superar estresses térmicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.01.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTINS, Nuno Tavares; GURGEL, Carlos Frederico Deluqui; PLASTINO, Estela Maria. Physiological responses of Ulva fasciata Delile (Ulvales, Chlorophyta): comparison of two populations from thermally distinct sites from Brazilian coast. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-29032017-112122/ >.
    • APA

      Martins, N. T., Gurgel, C. F. D., & Plastino, E. M. (2017). Physiological responses of Ulva fasciata Delile (Ulvales, Chlorophyta): comparison of two populations from thermally distinct sites from Brazilian coast. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-29032017-112122/
    • NLM

      Martins NT, Gurgel CFD, Plastino EM. Physiological responses of Ulva fasciata Delile (Ulvales, Chlorophyta): comparison of two populations from thermally distinct sites from Brazilian coast [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-29032017-112122/
    • Vancouver

      Martins NT, Gurgel CFD, Plastino EM. Physiological responses of Ulva fasciata Delile (Ulvales, Chlorophyta): comparison of two populations from thermally distinct sites from Brazilian coast [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-29032017-112122/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021