Exportar registro bibliográfico

Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter venoso vascular em pacientes internados em unidades de terapia intensiva pediátrica: um estudo multicêntrico (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: LA TORRE, FABíOLA PEIXOTO FERREIRA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPE
  • Subjects: FATORES DE RISCO; CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA; CATÉTERES DE DEMORA; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; MICROBIOLOGIA; ESTUDOS MULTICÊNTRICOS
  • Keywords: Blood circulation; Central venous catheters; Intensive care units pediatric; Microbiology; Multicenter study; Risk factors
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo estudou os fatores de risco para aquisição de infecções da corrente sanguínea relacionadas com cateter (ICSACs) em unidades de terapia intensiva (UTIs), a incidência e etiologia da ICSACs em UTIs com perfis diferentes. Foi realizado através deum estudo prospectivo de coorte nos seguintes hospitais: Hospital Santa Casa de Misericórdia de SP (duas UTIs pediátricas - serviço público), Municipal Hospital Alípio Correa Neto:com oito leitos (serviço público), e no Hospital Israelita Albert Einstein: 15 leitos (serviço privado). Participaram os pacientes internados nas UTIs com idade de 1 mês a 18 anos de idade que utilizaram cateter venoso central (CVC) por mais de 24 horas. Realizou-se registro do progresso diário dos pacientes e fatores como dados gerais do paciente e relacionada a cateter foram coletadas e usadas como variáveis. Todos os dados foram analisados utilizando SPSS13.0, para comparar pacientes com ICSAC com ou sem fatores de risco. Dos 170 pacientes com CVC, 18,2% tinham ICSACs. Uso de dispositivos (por exemplo, cateter urinário e tubo endotraqueal), produtos derivados do sangue, infecções prévia ao uso do CVC, o uso de antifúngicos, distúrbios de potássio, número de punções, sinais de infecção local, número de cateteres, e uso de cateter foram associados como fatores de risco a ICSACs. As taxas de ICSAC observadas foram superiores aos descritos na literature internacional, e Bacilos Gram-negativos foram os microorganismos mais prevalentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.12.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LA TORRE, Fabíola Peixoto Ferreira; TROSTER, Eduardo Juan. Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter venoso vascular em pacientes internados em unidades de terapia intensiva pediátrica: um estudo multicêntrico. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-09032017-113805/ >.
    • APA

      La Torre, F. P. F., & Troster, E. J. (2016). Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter venoso vascular em pacientes internados em unidades de terapia intensiva pediátrica: um estudo multicêntrico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-09032017-113805/
    • NLM

      La Torre FPF, Troster EJ. Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter venoso vascular em pacientes internados em unidades de terapia intensiva pediátrica: um estudo multicêntrico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-09032017-113805/
    • Vancouver

      La Torre FPF, Troster EJ. Fatores de risco para infecção de corrente sanguínea relacionada a cateter venoso vascular em pacientes internados em unidades de terapia intensiva pediátrica: um estudo multicêntrico [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-09032017-113805/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021