Exportar registro bibliográfico

Reprodutibilidade da resposta glicêmica e do perfil lipidico após suplementação com complexo multivitaminico em crianças e adolescentes (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: MATHIAS, MARIANA GIARETTA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: NUTRIENTES; GENES; VITAMINAS; CRIANÇAS
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Apesar do aumento das taxas de sobrepeso e obesidade entre crianças e adolescentes no Brasil e no mundo, as deficiências nutricionais ainda são uma preocupação. Embora pareça paradoxal, as deficiências de micronutrientes estão ligadas ao risco de sobrepeso ou obesidade. OBJETIVOS: (i) identificar a existência de diferentes grupos metabólicos (clusfers) em resposta à suplementação de um conjunto de vitaminas e minerais, utilizando, para a formação desses grupos, o perfil bioquímico (níveis séricos de colesterol total, LDL colesterol, VLDL colesterol, HDL colesterol, triglicérides e glicémia) em crianças e adolescentes; (li) Validar e replicar a resposta metabólica com dados colhidos de participantes, sob o mesmo delineamento experimental, em ano seguinte; (iii) Descrever a ingestão de energia e nutrientes nesses dois grupos metabólicos; (iv) Associar dados do perfil genético com as alterações dos metabólitos glicémia, colesterol total, LDL colesterol, HDL colesterol e triglicérides e descrever possíveis polimorfismos associados; (v) Determinar os ancestrais genéticos dos participantes do estudo. MÉTODOS: Este é um estudo de intervenção para examinar como crianças e adolescentes irão responder à suplementação de 12 vitaminas e 5 minerais no que diz respeito aos níveis de glicemia, colesterol total, triglicérides, VLDL, LDL e HDL colesterol. O estudo baseia-se na determinação dos metabólitos no inicio do estudo, após 6 semanas de suplementação de vitaminas e após 6 semanas sem suplementação. RESULTADOS: Um total de 136 individuos concluiu o estudo em 2013, sendo 43,4% do sexo masculino e 56,6% do sexo feminino. A média de idade foi de 11,39 + 1,10 anos. Dos 136 individuos que concluíram o estudo, 3,7% apresentavam magreza grave; 5,9% apresentavam magreza; 41,9% eram eutróficos; 24,3% tinham sobrepeso; e 24,3% apresentavam obesidadeO procedimento de clusterização originou dois grupos metabólicos estatisticamente distintos: cluster 1 (com 111 individuos) e cluster 2 (com 25 individuos). Os participantes do cluster 1~ com melhor perfil metabólico, apresentaram menor peso, IMC, CC e massa gorda (% peso) quando comparados aos participantes do cluster 2. Em relação à média dos níveis séricos dos metabólitos dosados, o cluster 1 apresentou melhores valores de perfil lipidico e glicémia. A avaliação longitudinal da ingestão habitual pelo questionário de frequência alimentar no cluster 1 mostra uma redução da ingestão de energia, carboidrato, proteína, lipidio, do momento 1 (M1) para o momento 2 (M2) e momento 3 (M3); redução do consumo de colesterol do M1 ao M3 e redução do consumo de fibras do M1 para o M2. Encontramos resultados estatistícos consistentes com o período de suplementação e washout para a ingestão da maioria das vitaminas suplementad,mas. A análise longitudinal da ingestão alimentar pelo questionário de frequência alimentar para o conter 2 mostrou uma diminuição da ingestão de gordura saturada do M1 para o M2 e resultados estatisticos consistentes com o periodo de suplementaçao e washou~ para a ingestão da maioria das vitaminas suplementadas. Apesar das mudanças na ingestão alimentar, a análise estatística nau encontrou associasao com a reclusão da glicémia, do colesterol total e do LDL. Em relato à análise longitudinal dos dados bioquímicos, no caráter 1, os valores de colesterol total e LDL diminuiram ao longo do perioclo do estudo. Os valores de glicemia diminuiram do M1 para o M2. Já em relação ao cluster 2, a análise longitudinal dos dados bioquimicos mostrou redução de coestero total e LDL ao longo do estudo. Foram efetuadas associações genéticas dos dados clínicos após a intervenção Alteração do M1 para 0 M2 de glicemia, colesterol total,LDL, HDL, VLDL e triglicérides). Foram encontrados 8 SNPs (com FDR<0,2) associados à redução do colesterol total e 22 SNPs à redução do LELA com fator de inflação genética de 1,02. Com relação aos ancestrais genéticos, a população estudada temi em médias 570/0 de ancestralidade europeia 26% de africana e 15% de amerinclios. CONCLUSÃO: O presente estudo encontrou 48,6% dos participantes com sobrepeso ou obesidade. Ocorreu uma melhora do perfil lipidico e da glicemia após a suplementação de micronutrientes. Em relação aos SNPs encontrados, existem evidências na literatura ligando-os ao metabolismo lipidico e glicidico. O mesmo delineamento experimental deve ser usado em outras populações e com maior amostragem para validarmos os dados genéticos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.08.2016

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATHIAS, Mariana Giaretta; MONTEIRO, Jacqueline Pontes. Reprodutibilidade da resposta glicêmica e do perfil lipidico após suplementação com complexo multivitaminico em crianças e adolescentes. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.
    • APA

      Mathias, M. G., & Monteiro, J. P. (2016). Reprodutibilidade da resposta glicêmica e do perfil lipidico após suplementação com complexo multivitaminico em crianças e adolescentes. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Mathias MG, Monteiro JP. Reprodutibilidade da resposta glicêmica e do perfil lipidico após suplementação com complexo multivitaminico em crianças e adolescentes. 2016 ;
    • Vancouver

      Mathias MG, Monteiro JP. Reprodutibilidade da resposta glicêmica e do perfil lipidico após suplementação com complexo multivitaminico em crianças e adolescentes. 2016 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021