Exportar registro bibliográfico

Capacidade para o trabalho e expectativa sobre o trabalho de pacientes em hemodiálise (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: CALIL, GRAZIELE APARECIDA CAETANO - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA; HEMODIÁLISE; TRABALHO
  • Keywords: Diálise renal; Renal dialysis; Renal insufficiency chronic; Work
  • Language: Português
  • Abstract: A Doença Renal Crônica (DRC) e o tratamento por hemodiálise podem causar impacto negativo, relacionado às mudanças físicas, psicológicas, econômicas e ocupacionais, muitas vezes resultando em afastamento do trabalho e/ou aposentadoria precoce dos pacientes. O estudo teve como objetivos caracterizar os pacientes em tratamento por hemodiálise quanto às variáveis sociodemográficas, econômicas, do trabalho e clínicas; avaliar a Capacidade para o Trabalho e a Expectativa sobre o Trabalho; bem como analisar as relações entre as variáveis do estudo. Trata-se de uma pesquisa descritiva, quantitativa e com delineamento transversal, realizada com 121 pacientes em tratamento por hemodiálise em unidade de diálise de um hospital privado, no interior paulista. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas, pela pesquisadora, no período de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016. Foram utilizados os seguintes instrumentos de caracterização: o Índice de Capacidade para o Trabalho (TUOMI et al., 2005) e o instrumento de Expectativas sobre o Trabalho (SILVA-JUNIOR et al., 2016). Foram realizadas análises descritivas univariadas de frequência (absoluta e relativa), medidas de tendência central (média e mediana), de variação (mínimo, máximo) e de dispersão (desvio-padrão). Também foram geradas análises bivariadas (coeficientes de correlação de Pearson e gráficos de dispersão). A pesquisa atendeu aos procedimentos éticos, de acordo com a Resolução CNS 466/12, e oprojeto foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa, conforme Parecer 182/2015. Dos resultados, participaram da pesquisa 121 pessoas, com idade entre 18 e 85 anos, sendo a maioria do sexo masculino (67,77%) e que morava com seus cônjuges/companheiros (61,16%). Grande parte dos pacientes tinha aposentadoria como principal fonte de renda (47,11%). O tempo de diagnóstico da DRC variou entre zero e 26 anos, e em hemodiálise variou entre zero e 15 anos. Dos 121, nove (7,43%) pacientes com idade entre 35 e 60 anos, do sexo masculino trabalhavam, no momento da coleta de dados. Em relação à Capacidade para o Trabalho, dos nove homens que trabalhavam, a classificação indicou que cinco (55,56%) pacientes tinham moderada; dois (22,22%), boa; e dois (22,22%), baixa Capacidade para o Trabalho. Os pacientes das categorias moderada e boa Capacidade para o Trabalho apresentaram também melhores Expectativas sobre o Trabalho (5,40; 5,09, respectivamente). Quanto à Expectativa sobre o Trabalho, dos 121 participantes, os escores encontrados foram marginalmente medianos para ambos os sexos, com 3,75 para os homens e 2,92 para as mulheres. Foi encontrada correlação positiva entre as Expectativas sobre o Trabalho e anos de estudo (p=0,0002) e correlação inversa entre Expectativa sobre o Trabalho e o número de complicações clínicas (p=0,0005) dos pacientes participantes do estudo. Concluindo, destaca-se o pequeno e exclusivo grupo de homens em hemodiálise que trabalhava. Ospacientes com moderada e boa Capacidade para o Trabalho apresentaram melhor Expectativa sobre o Trabalho, sugerindo a manutenção de aspectos positivos relacionados aos dois constructos e, possivelmente, melhores condições e/ou motivações individuais e sociais. Este estudo derivou resultados importantes para reflexões e pode auxiliar no planejamento para o retorno dos pacientes em hemodiálise ao trabalho
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.10.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALIL, Graziele Aparecida Caetano; KUSUMOTA, Luciana. Capacidade para o trabalho e expectativa sobre o trabalho de pacientes em hemodiálise. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-26012017-163317/ >.
    • APA

      Calil, G. A. C., & Kusumota, L. (2016). Capacidade para o trabalho e expectativa sobre o trabalho de pacientes em hemodiálise. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-26012017-163317/
    • NLM

      Calil GAC, Kusumota L. Capacidade para o trabalho e expectativa sobre o trabalho de pacientes em hemodiálise [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-26012017-163317/
    • Vancouver

      Calil GAC, Kusumota L. Capacidade para o trabalho e expectativa sobre o trabalho de pacientes em hemodiálise [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-26012017-163317/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021