Exportar registro bibliográfico

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores de ciências naturais: possibilidade para a práxis na formação inicial? (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: GIMENES, CAMILA ITIKAWA - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: FORMAÇÃO DE PROFESSORES; ESTÁGIOS; POLÍTICA EDUCACIONAL; LICENCIATURA
  • Keywords: Clinical preparation; Educational policy; Estágio; Formação de professores; Licenciatura; PIBID; PIBID; Política educacional; Práxis; Práxis; Teacher education
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa de doutorado tem como objetivo geral compreender o papel do PIBID na formação de futuros professores promovida em quatro subprojetos vinculados a licenciaturas de Ciências, Ciências Biológicas, Física e Química da Universidade Federal do Paraná. Assim, buscamos apreender elementos da realidade para a discussão sobre contribuições, contradições e limites do Programa para a formação de professores e para o currículo da licenciatura, locus formal de formação de todos os futuros professores. Para tanto, o referencial teórico e metodológico é o materialismo histórico e dialético. Os conceitos de teoria, prática e práxis são centrais na discussão proposta, e tem como principal referencial a obra de Vázquez (2011), e a de autores do campo da educação, como Freire, SchmiedKowarzik, Pimenta, Saviani e Zeichner. Com base nesses referenciais e em articulação ao movimento do trabalho de campo, defende-se que a formação docente seja realizada como práxis formativa. A partir desse referencial, o Programa foi analisado na perspectiva das políticas públicas para a formação de professores nos documentos legais e institucionais. Também investigamos o PIBID com base nas experiências dos subprojetos de Ciências da Natureza colaboradores, tendo como recurso metodológico privilegiado entrevistas semiestruturadas realizadas com professores da educação básica, professores da universidade e licenciandos bolsistas do PIBID em 3 momentos ao longo de dois anos. As análises são realizadasa partir de três categorias elaboradas com base no referencial teórico: as mediações entre teoria e prática; as mediações entre escola e universidade; as mediações entre PIBID e estágio/disciplinas do curso de licenciatura. Somam-se a essas categorias aquelas que emergiram da própria análise dos dados: as mediações entre inovação e tradicional, que engloba a discussão sobre a experimentação no ensino de ciências; a categoria tempo na formação de professores; a dimensão subjetiva, própria do trabalho com entrevistas. As análises das categorias teóricas e de mediações entre inovação e tradicional manifestam que há uma posição convergente entre esses sujeitos a partir de uma mesma chave interpretativa: licenciatura é marcada por aspectos negativos, quando muito provê um pouco de teoria; PIBID é marcado por aspectos positivos. Destes, destacamos a inserção do licenciando bolsista na escola parceira, a articulação entre teoria e prática, o desenvolvimento de planos de ensino e atividades em colaboração com diferentes sujeitos, a vivência de um tempo que possibilitou a expressão da subjetividade dos entrevistados, a promoção de formação continuada não só do professor da educação básica, como também do professor do ensino superior, a possibilidade de uma bolsa que permitiu a permanência estudantil. Os sujeitos entrevistados destacam a potencialidade do trabalho conjunto entre escola e universidade para a formação de professores, em que o encontro pedagogicamente guiado entrepessoas de diferentes contextos é capaz de produzir importantes experiências formativas. Todavia, não obstante o PIBID seja reconhecido por seus aspectos positivos, tal construção é possível sobretudo com a caracterização negativa dos cursos de formação inicial de professores. Em outras palavras, o sucesso do PIBID só se realiza devido ao fracasso histórico da licenciatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.08.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIMENES, Camila Itikawa; PIMENTA, Selma Garrido. O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores de ciências naturais: possibilidade para a práxis na formação inicial?. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-22122016-110603/ >.
    • APA

      Gimenes, C. I., & Pimenta, S. G. (2016). O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores de ciências naturais: possibilidade para a práxis na formação inicial?. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-22122016-110603/
    • NLM

      Gimenes CI, Pimenta SG. O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores de ciências naturais: possibilidade para a práxis na formação inicial? [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-22122016-110603/
    • Vancouver

      Gimenes CI, Pimenta SG. O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e a formação de professores de ciências naturais: possibilidade para a práxis na formação inicial? [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-22122016-110603/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021