Exportar registro bibliográfico

Uso do acetato de amônia em atrativos alimentares para moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: DINIZ, MAINA PERIN FIGUEIREDO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEA
  • Subjects: MOSCA-DAS-FRUTAS; ATRATIVOS QUÍMICOS
  • Language: Português
  • Abstract: menos seletivas. Com a adição de acetato de amônia foi possível verificar um aumento considerável na atratividade em relação ao produto comercial, principalmente no primeiro dia após a instalação no campo. A solução Isca Samaritá® Tradicional + 3% de Acetato de Amônia foi selecionada como o atrativo com melhor custo/benefício com adição de acetato de amônia testado e avaliado a eficiência da atratividade no experimento 2 comparando com Isca Samaritá® Tradicional (5%), Melaço (7%) e pastilhas de torula (1%). Utilizou-se a metodologia de marcação-liberação-recaptura de A. fraterculus estéreis. A dispersão foi monitorada a partir de um ponto central de liberação nas direções cardeais e colaterais utilizando armadilhas McPhail. A direção de dispersão através da análise circular exposta pelo Rose Diagram, identificou que as maiores frequências de recaptura foram nas posições onde se encontravam a torula e a Isca Samaritá® Tradicional + 3% de acetato de amôniaAs moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) são as principais pragas da fruticultura no mundo, pelos danos que ocasionam diretamente e indiretamente e pela facilidade de adaptação. O manejo das moscas-das-frutas através do monitoramento da população com diferentes substâncias atrativas mais eficientes é de suma importância. Assim, o objetivo com este trabalho foi avaliar a eficiência da inclusão do acetato de amônia em diferentes concentrações nas soluções compostas de proteína hidrolisada de milho e açúcares. O experimento 1 foi realizado em pomar de goiaba durante 7 semanas e avaliadas 6 soluções atrativas: Isca Samaritá® Tradicional (5%), Isca Samaritá® Tradicional + 3% de acetato de amônia (5% + 3%), Isca Samaritá® Tradicional + 5% de acetato de amônia (5% + 5%), Isca Samaritá® Tradicional + 7% de acetato de amônia (5% + 7%), Melaço (7%) e pastilhas de torula (1%). O delineamento experimental utilizado foi o casualizado em blocos com 6 tratamentos e 4 repetições. As armadilhas utilizadas foram do tipo McPhail. As trocas eram feitas a cada 7 dias. Não houve diferença para o total de moscas-das-frutas capturadas pelas soluções de torula e Isca Samaritá® Tradicional + 3% e 7% de acetato de amônia, sendo as mais atrativas. Também não houve diferença na captura de fêmeas de moscas-das-frutas para os atrativos torula e Isca Samaritá® Tradicional + 3% de acetato de amônia. Para insetos úteis e inimigos naturais as soluções com melaço e torula foram as
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.12.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DINIZ, Maina Perin Figueiredo; YAMAMOTO, Pedro Takao. Uso do acetato de amônia em atrativos alimentares para moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae). 2016.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-06012017-133432/ >.
    • APA

      Diniz, M. P. F., & Yamamoto, P. T. (2016). Uso do acetato de amônia em atrativos alimentares para moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-06012017-133432/
    • NLM

      Diniz MPF, Yamamoto PT. Uso do acetato de amônia em atrativos alimentares para moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-06012017-133432/
    • Vancouver

      Diniz MPF, Yamamoto PT. Uso do acetato de amônia em atrativos alimentares para moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-06012017-133432/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021