Exportar registro bibliográfico

Hierarquização exergética e ambiental de rotas de produção de bioetanol (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ORTIZ, PABLO ANDRES SILVA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PME
  • Subjects: EXERGIA; ETANOL; ELETRICIDADE
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Na atualidade, a geração de eletricidade e a produção de etanol de segunda geração a partir de materiais lignocelulósicos se apresentam como uma alternativa de desenvolvimento tecnológico no setor sucroenergético. Não obstante, a introdução de novos processos produtivos representa um verdadeiro desafio devido à complexidade e diversidade das rotas tecnológicas alternativas que podem ser avaliadas. Além disso, existem fatores econômicos e ambientais, que devem ser considerados durante o desenvolvimento e consolidação destas novas configurações. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo desenvolver uma metodologia para realizar a hierarquização exergética e exergo-ambiental de processos para obtenção de etanol e eletricidade a partir da cana-de-açúcar em distintas configurações de biorrefinarias. Para este fim, dados técnicos de operação foram adotados nas rotas tecnológicas envolvidas, bem como os aspectos ambientais da utilização destes sistemas. Os modelos propostos avaliaram as rotas Convencional (Caso 1), Bioquímica (Caso 2) e Termoquímica (Caso 3), utilizando programas de simulação e ferramentas matemáticas para simular estes processos. Ainda, a integração dos processos e diferentes usos para o bagaço excedente foram estudados, junto com diversos métodos de pré-tratamento visando à otimização e hierarquização destas rotas. O resultado final indicou configurações ótimas que permitiram a hierarquização em termos do índice exergético de renovabilidade dos processos de produção das rotas analisadas. Desse modo a rota convencional otimizada apresentou a máxima eficiência exergética dos processos e, por tanto, o menor custo exergético unitário médio das plataformas avaliadas. Ao passo que a rota bioquímica foi o sistema que promoveu um incremento de 28,58 % e 82,87 % na produção de etanol, quando comparado com o Caso 1 e o Caso 3, respectivamente.Além disso, a rota termoquímica apresentou a configuração com a maior taxa de geração de eletricidade excedente (214,98 kWh/TC). Em relação aos resultados do impacto ambiental das rotas tecnológicas, encontrou-se que a configuração mais sustentável foi a plataforma bioquímica, apresentando as menores taxas de emissões globais de CO2 (131,45 gCO2/MJ produtos).
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.10.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA ORTIZ, Pablo Andrés; OLIVEIRA JÚNIOR, Silvio de. Hierarquização exergética e ambiental de rotas de produção de bioetanol. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3150/tde-20012017-091639/pt-br.php >.
    • APA

      Silva Ortiz, P. A., & Oliveira Júnior, S. de. (2016). Hierarquização exergética e ambiental de rotas de produção de bioetanol. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3150/tde-20012017-091639/pt-br.php
    • NLM

      Silva Ortiz PA, Oliveira Júnior S de. Hierarquização exergética e ambiental de rotas de produção de bioetanol [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3150/tde-20012017-091639/pt-br.php
    • Vancouver

      Silva Ortiz PA, Oliveira Júnior S de. Hierarquização exergética e ambiental de rotas de produção de bioetanol [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3150/tde-20012017-091639/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020