Exportar registro bibliográfico

Atividades de radioisótopos administradas em Medicina Nuclear e proposta de nível de referência em diagnóstico (DRL) para o Brasil (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: BRAGA, LUIS FELIPE EMANUEL FALEIROS - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: MEDICINA NUCLEAR; DIAGNÓSTICO; RADIOFARMACOLOGIA; RADIAÇÃO (ENERGIA RADIANTE); RISCOS OCUPACIONAIS
  • Keywords: Nuclear medicine; Radiation exposure; Radiation risks; Radiopharmaceuticals
  • Language: Português
  • Abstract: Estima-se que o número de exames diagnósticos em Medicina Nuclear cresça a uma taxa de 5% ao ano, ocasionando aumento das exposições de pacientes, familiares e meio ambiente às radiações ionizantes. O intuito dos guias de referência em exames diagnósticos (DRL) é a padronização das técnicas e a diminuição das exposições ao mínimo possível e estritamente necessárias para a realização do exame médico, todavia, a área de Medicina Nuclear brasileira não possui este tipo de guia, favorecendo o descontrole das exposições e incremento de riscos associados. O principal objetivo deste estudo foi a elaboração de um DRL para a área de Medicina Nuclear com base nos tipos de exames, atividades administradas, técnicas adotadas e parque de equipamentos disponíveis no país. Formulários foram enviados para todos os Serviços de Medicina Nuclear do Brasil - SMNs (~430) visando obter essas informações, bem como os tipos de ajustes das atividades de acordo com a idade e o peso corpóreo dos pacientes. Os dados foram analisados e como proposta de DRL, considerou-se o valor do percentil 75 (P75) da atividade máxima administrada em cada exame. Um total de 107 SMNs, representando 14 estados brasileiros e o Distrito Federal, responderam ao questionário. Dos 64 diferentes procedimentos diagnósticos analisados, as cintilografias óssea, renal e paratireoide são disponibilizadas em mais de 85% de todos os SMNs analisados. As atividades administradas para um mesmo tipo de exame apresentaram uma alta taxade dispersão, alcançando diferenças superiores a 20 vezes entre o menor e maior valor praticado. Exames diagnósticos envolvendo os radioisótopos 67Ga, 201Tl e 131I foram observados como os geradores de maior dose de radiação aos pacientes. O ajuste das atividades para pacientes pediátricos tem levado em consideração a regra de Webster, regra de três simples e ajustes empíricos de acordo com o peso corpóreo dos pacientes. Com a aplicação dos valores de atividade propostos como DRL na rotina clínica, pode-se alcançar uma redução mínima de 15%, máxima de 95% e média de 50% em relação às atividades atualmente aplicadas. Ao todo, foram encontrados 189 equipamentos de imagem em funcionamento, sendo principalmente de quatro fabricantes diferentes (Elscint, GE, Philips e Siemens). A variabilidade das atividades administradas para um mesmo tipo de exame, respeitando as diferenças tecnológicas, pode refletir a falta de controle das exposições à radiação e a inexistência de um guia de referência nacional para a área de Medicina Nuclear, assim como também exemplificar a diversidade de protocolos de imagem praticados no país. A adoção de um DRL para a área de Medicina Nuclear poderia contribuir consideravelmente para o controle das exposições e padronização da técnica, ofertando à população exames de alta tecnologia e de riscos controlados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.10.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRAGA, Luis Felipe Emanuel Faleiros; CARVALHO, José Willegaignon de Amorim de. Atividades de radioisótopos administradas em Medicina Nuclear e proposta de nível de referência em diagnóstico (DRL) para o Brasil. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-10012017-103536/ >.
    • APA

      Braga, L. F. E. F., & Carvalho, J. W. de A. de. (2016). Atividades de radioisótopos administradas em Medicina Nuclear e proposta de nível de referência em diagnóstico (DRL) para o Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-10012017-103536/
    • NLM

      Braga LFEF, Carvalho JW de A de. Atividades de radioisótopos administradas em Medicina Nuclear e proposta de nível de referência em diagnóstico (DRL) para o Brasil [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-10012017-103536/
    • Vancouver

      Braga LFEF, Carvalho JW de A de. Atividades de radioisótopos administradas em Medicina Nuclear e proposta de nível de referência em diagnóstico (DRL) para o Brasil [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-10012017-103536/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020