Exportar registro bibliográfico

Análise molecular dos genes CAPN3 e FKRP em pacientes com distrofia muscular tipo cinturas (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, FRANCISCO MARCOS ALENCAR DA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: DISTROFIA MUSCULAR; WESTERN BLOTTING; DOENÇAS GENÉTICAS; DOENÇAS HEREDITÁRIAS
  • Keywords: Calpain; Distrofia muscular de cinturas
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: As distrofias musculares de cinturas (limb-girdle muscular dystrophies - LGMD) são causadas por mutações em uma grande variedade de genes que codificam proteínas musculares, podendo ser herdadas de forma autossômica dominante ou recessiva. O diagnóstico é feito tanto através de exame de biópsia muscular que mostra um padrão histológico distrófico ao lado de deficiência específica de proteínas musculares quanto por estudo genético. Em alguns subtipos de LGMD não é possível fazer o diagnóstico específico pela biópsia muscular, tais como na deficiência da calpaína-3 (CAPN3) e da proteína relacionada a fukutina (FKRP). Nestes casos, portanto, o exame molecular é de grande valor para a confirmação do diagnóstico. Objetivos: Analisar os genes CAPN3 e FKRP em pacientes com diagnóstico histológico de LGMD e verificar a expressão proteica da CAPN3 nesses pacientes, correlacionando com as mutações identificadas e com o quadro clínico e histológico dos mesmos. Resultados: Fizeram parte deste estudo 36 pacientes com LGMD provenientes do ambulatório de miopatias do HC-FMUSP em que a biópsia muscular não identificou deficiência de distrofina, disferlina, caveolina-3 e sarcoglicanas. Destes, nove (25%) foram diagnosticados com LGMD2A, seis (17%) com LGMD2I e em 21 (58%) não foi possível identificar o subtipo específico. Foram encontradas mutações patogênicas no gene CAPN3 em oito pacientes, sendo em homozigose em dois casos, heterozigose composta em cinco casos e em heterozigose em um caso. Em um caso o diagnóstico deLGMD2A foi realizado baseado apenas na análise da expressão da proteína CAPN3 no tecido muscular. Em seis pacientes foram identificadas mutações patogênicas no FKRP, sendo em homozigose em cinco casos e em heterozigose em um caso. A maioria dos pacientes com LGMD2I (cinco casos) apresentava a mutação c.826C > A. Foi observada ausência total ou parcial da expressão da CAPN3 em pacientes com LGMD2A. Conclusões: O presente estudo mostrou que mutações nos genes CAPN3 e FKRP são frequentes em pacientes com diagnóstico clínico e histológico de LGMD. A análise da expressão da CAPN3 se mostrou como uma importante ferramenta no diagnóstico da LGMD2A
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.09.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Francisco Marcos Alencar da; ZANOTELI, Edmar. Análise molecular dos genes CAPN3 e FKRP em pacientes com distrofia muscular tipo cinturas. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-18112016-113304/ >.
    • APA

      Silva, F. M. A. da, & Zanoteli, E. (2016). Análise molecular dos genes CAPN3 e FKRP em pacientes com distrofia muscular tipo cinturas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-18112016-113304/
    • NLM

      Silva FMA da, Zanoteli E. Análise molecular dos genes CAPN3 e FKRP em pacientes com distrofia muscular tipo cinturas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-18112016-113304/
    • Vancouver

      Silva FMA da, Zanoteli E. Análise molecular dos genes CAPN3 e FKRP em pacientes com distrofia muscular tipo cinturas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-18112016-113304/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021