Exportar registro bibliográfico

Estudo de sensibilidade do IRDI-Questionário para TEA (transtorno do espectro de autismo): possibilidades de utilização para detecção de sinais iniciais e para rastreamento (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: BARROS, CAROLINA VALéRIO - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: INDICADORES CLÍNICOS DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL; AUTISMO; DETECÇÃO DE SINAL (PERCEPÇÃO); PESQUISA CIENTÍFICA; INTERSUBJETIVIDADE; PSICOLOGIA DA CRIANÇA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo originou-se do interesse em investigar a sensibilidade do IRDI-Questionário, adaptação do instrumento IRDI, para detecção de sinais iniciais de TEA (Transtorno de espectro de autismo). O autismo ou TEA caracteriza-se por severos déficits na interação social recíproca, na comunicação e na atividade imaginativa, assim como por padrões repetitivos e limitados de interesses e de comportamentos. Nesse sentido, deve-se ressaltar a indefinição de sua etiologia, pois, se trata de um distúrbio complexo e heterogêneo com graus variados de severidade, resultado provável de uma combinação de fatores ambientais e genéticos. Soma-se à ausência de um marcador biológico a acentuada heterogeneidade das manifestações clínicas do transtorno, daí o conceito de espectro que lhe foi atribuído. Tais condições terão como consequências dificuldades no próprio processo diagnóstico. Isso significa que o diagnóstico do autismo e as condições associadas ainda estão baseados em observações de confluência de anormalidades comportamentais nos campos social, de comunicação, do jogo e da imaginação. É importante pensar que a heterogeneidade do quadro implica que os sintomas podem não se expressar do mesmo modo em todas as crianças, apesar de apresentarem certa regularidade que permite a construção de um diagnóstico. Além disso, algumas crianças vão apresentar sinais de risco desde os primeiros meses de vida e, outras, apresentarão sintomas mais tardios. Nesse contexto, os instrumentos deavaliação são importantes ferramentas de auxílio na avaliação clínica da criança com TEA, sendo que vários pesquisadores ressaltam a importância de se realizarem triagens de crianças de até três anos de idade a fim de propiciar o diagnóstico e a intervenção ainda nos primeiros meses de vida. Com o intuito de instrumentalizar a detecção de sinais iniciais de TEA, diversos pesquisadores têm formulado protocolos com foco em diferentes formas de expressão de tais sinais e os instrumentos especializados para fins de rastreamento/ triagem têm se mostrado eficientes na detecção de sinais iniciais de TEA, além disso, são de fácil e rápida aplicação. Esta pesquisa, portanto, se propôs a investigar a sensibilidade de um instrumento para sinais iniciais de TEA, sendo que, para a investigação, participaram 72 pais de crianças/crianças divididos em 2 (dois) grupos: grupo pesquisa-TEA (32 pais) e grupo controle-típico (40 pais). Para ambos os grupos, foram utilizados o IRDI-Questionário e a CARS-BR, os quais tiverem seus resultados comparados. Utilizou-se o teste de inteligência não verbal SON-R 2½-7 no grupo pesquisa-TEA para controlar a variável DI (deficiência intelectual). Os dados foram submetidos a tratamento estatístico e as análises estatísticas demonstraram que as médias descritas pelo IRDI-Questionário foram diferentes, sendo que os IRDI do grupo TEA (85,09) são, em média, menores que os IRDI do grupo típico (129,32). Os grupos juntos mostraram alta correlação negativa entre osvalores do IRDI-Questionário e da CARS-BR. Para o estudo de sensibilidade foi realizada uma análise através da curva ROC, que definiu um ponto de corte do escore gerado pelo instrumento IRDI-Questionário. A sensibilidade do IRDI-Questionário para sinais iniciais de TEA foi de 96,9%, resultado este que também indicou que o instrumento pode ser interessante para um instrumento para o rastreamento da condição estudada. Além do estudo de sensibilidade, apresentou-se, ainda, um breve estudo sobre o conceito de Intersubjetividade e suas rupturas, assim como algumas pesquisas atuais a ele referentes, relacionando-o aos indicadores IRDI e ao TEA. O conceito de intersubjetividade tem sido investigado por vários campos de conhecimento. A Psicologia do desenvolvimento é um desses campos, sendo que diversos autores nos apresentam diferentes interpretações sobre o conceito. Neste trabalho, destacou-se a importância de apresentar o conceito, pois, este guarda uma estreita relação com o autismo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.08.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, Carolina Valério; LERNER, Rogerio. Estudo de sensibilidade do IRDI-Questionário para TEA (transtorno do espectro de autismo): possibilidades de utilização para detecção de sinais iniciais e para rastreamento. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-20102016-154844/ >.
    • APA

      Barros, C. V., & Lerner, R. (2016). Estudo de sensibilidade do IRDI-Questionário para TEA (transtorno do espectro de autismo): possibilidades de utilização para detecção de sinais iniciais e para rastreamento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-20102016-154844/
    • NLM

      Barros CV, Lerner R. Estudo de sensibilidade do IRDI-Questionário para TEA (transtorno do espectro de autismo): possibilidades de utilização para detecção de sinais iniciais e para rastreamento [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-20102016-154844/
    • Vancouver

      Barros CV, Lerner R. Estudo de sensibilidade do IRDI-Questionário para TEA (transtorno do espectro de autismo): possibilidades de utilização para detecção de sinais iniciais e para rastreamento [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-20102016-154844/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021