Exportar registro bibliográfico

Análise da expressão dos receptores 1 e 2 de leucotrienos na população de linfócitos B e T em tonsilas hiperplásicas de crianças: comparação entre alérgicos e não alérgicos (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULUCCI, BRUNO PERES - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOF
  • Subjects: ESCOLIOSE; ADOLESCENTES; PREVALÊNCIA; PLANOS E PROGRAMAS DE SAÚDE; TONSILA; LEUCOTRIENOS; LINFÓCITOS B; LINFÓCITOS T; RINITE; HIPERSENSIBILIDADE; DIFERENCIAÇÃO CELULAR; HIPERPLASIAS
  • Keywords: Ambulatory care; Assistência ambulatorial; Brazil; Family health strategy; Family practice; Health services evaluation; Primary health care
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Serviços de saúde desenvolvidos para a atenção à demanda espontânea de baixa complexidade como as Walk-in Clinics canadenses e britânicas estão sendo oferecidos no Brasil como alternativa à Estratégia de Saúde da Família (ESF). Em São Paulo, recebem o nome de Assistências Médicas Ambulatoriais (AMA). Entretanto, não há estudos comparativos entre eles. OBJETIVO: Comparar aspectos estruturais e processuais de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), vinculada à ESF, e de uma AMA utilizando a ferramenta de avaliação PCATool. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo transversal utilizando o instrumento para avaliação de qualidade de serviços de APS, Primary Care Assessment Tool, - versão validada para o Português (PCATool Brasil), em uma área da Zona Sul da cidade de São Paulo coberta por dois modelos de serviços voltados para a APS: uma Unidade Básica de Saúde (UBS), parte integrante da ESF, e uma AMA. Participaram da pesquisa 616 adultos maiores de 18 anos, residentes na área adstrita à UBS, cadastrados ou não à UBS. Foi considerado como fator de exclusão não estar afiliado a nenhum dos dois serviços de interesse do estudo, o que, na prática, se traduziu por não ter passado nenhuma vez em consulta na UBS ou na AMA durante último ano. Além do questionário do PCATool Brasil, composto por 87 perguntas focadas na mensuração dos atributos essenciais e derivados da APS, um questionário sociodemográfico foi aplicado para incluir dados como idade, sexo, profissão, escolaridade e classe social. A coleta dos dados aconteceu nacasa dos usuários, em horários variados, entre novembro de 2013 e julho de 2014, por meio de entrevistadores capacitados previamente. Cada visita demorou entre 20 a 40 minutos. Não houve contato telefônico anterior. Os escores individuais do PCATool Brasil dos serviços AMA e UBS foram calculados conforme manual do instrumento. RESULTADOS: Dos 616 questionários, 76,3% eram afiliados à UBS e 12,3% a AMA. Os frequentadores da UBS pertenciam a uma classe social mais baixa comparados aos da AMA. A UBS apresentou escores essencial e geral maiores: 5,64 (IC95% 5,53-5,74) e 5,58 (IC95% 3,44-3,95), respectivamente, contra 3,70 (IC95% 3,44-3,95) e 3,38 (IC95% 3,08-3,59) da AMA. Teve médias superiores em quase todos os atributos, alcançando alta orientação à APS em dois: "utilização" (7,22 - IC95% 6,97-7,47) e "sistemas de informação" (7,31 - IC95% 7,15-7,47). A AMA apenas foi superior em relação à "acessibilidade" que apresentou escore de 3,68 (IC95% 3,38-3,98) contra 2,46 (IC95% 2,34-2,58) da UBS, mas não apresentou nenhum atributo com alta orientação à APS (nenhum atributo teve escore > 6,6). DISCUSSÃO: De maneira geral, os usuários avaliam mal os atributos de APS propostos por Starfield nos dois serviços, em um nível aquém do considerado satisfatório, embora os escores da UBS sejam mais elevados do que os da AMA em 8 dos 10 atributos. CONCLUSÃO: A UBS Luar do Sertão e a AMA Pq. Fernanda não estão cumprindo suas potencialidades de maneira satisfatória. Seus usuários percebem pouco osatributos de APS propostos por Starfield nos dois serviços avaliado pelo PCATool Brasil. Embora a UBS apresente uma performance melhor do que a AMA, ela ainda está muito abaixo do esperado, sendo necessária implementação de mudanças que melhorem seu desempenho, assim como o da AMA
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULUCCI, Bruno Peres; FRANCESCO, Renata Cantisani di. Análise da expressão dos receptores 1 e 2 de leucotrienos na população de linfócitos B e T em tonsilas hiperplásicas de crianças: comparação entre alérgicos e não alérgicos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-24102016-162044/ >.
    • APA

      Paulucci, B. P., & Francesco, R. C. di. (2016). Análise da expressão dos receptores 1 e 2 de leucotrienos na população de linfócitos B e T em tonsilas hiperplásicas de crianças: comparação entre alérgicos e não alérgicos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-24102016-162044/
    • NLM

      Paulucci BP, Francesco RC di. Análise da expressão dos receptores 1 e 2 de leucotrienos na população de linfócitos B e T em tonsilas hiperplásicas de crianças: comparação entre alérgicos e não alérgicos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-24102016-162044/
    • Vancouver

      Paulucci BP, Francesco RC di. Análise da expressão dos receptores 1 e 2 de leucotrienos na população de linfócitos B e T em tonsilas hiperplásicas de crianças: comparação entre alérgicos e não alérgicos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5143/tde-24102016-162044/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021