Exportar registro bibliográfico

Estudo paleomagnético do complexo máfico-ultramáfico Rincó del Tigre - Sudeste da Bolivia, Cráton Amazônico (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: PATRONI, OSCAR ANDRES LAZCANO - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGG
  • Subjects: CRÁTON; PALEOMAGNETISMO
  • Language: Português
  • Abstract: Modelos de reconstruções paleogeográficas envolvendo o Cráton Amazônico para 1100 Ma são motivos de controvérsia devido à carência de dados paleomagnéticos de qualidade para esta unidade geotectônica. Com intuito de contribuir para o esclarecimento da participação do Cráton Amazônico na evolução do ciclo continental, este trabalho apresenta o estudo paleomagnético realizado para o Complexo Máfico- ultramáfico Rincón del Tigre localizado na região sudeste da Bolívia, sudoeste do Cráton Amazônico. Uma recente datação U-Pb em badeleítas forneceu idade de 1110,4 ± 1,8 Ma para esta unidade. Para o estudo paleomagnético, 101 amostras cilíndricas orientadas foram coletadas de 15 sítios de composição litológica variada, compreendendo ultramáficas, ortopiroxenitos adcumuláticos, gabro noritos e serpentinitos. Um total de 359 espécimes cilíndricos de rocha de 2.2 cm de altura por 2.5 cm de diâmetro foi preparado para os tratamentos por campos magnéticos alternados (AF) e térmicos, assim como, para medidas de anisotropia de susceptibilidade magnética (ASM). As mesmas amostras foram preparadas para os experimentos de mineralogia magnética: curvas termomagnéticas, curvas de histerese e curvas de magnetização remanente isotérmica (MRI). Os resultados obtidos a partir da análise de anisotropias de suscetibilidade magnética (ASM) indicam, para boa parte das amostras analisadas, trama magnética aproximadamente horizontal coerente com a colocação de sills e lineação magnética para NW/SE, a qual indica que estas rochas sofreram influência da tectônica de deformação de direção NE-SW que as afetou durante a orogênese Sunsás. O estudo da mineralogia magnética indica magnetita como principal portador magnético presente nas rochas analisadas. Os tratamentos por campos alternados e térmico foram eficientes para separar as componentes de magnetização (Continuação)(Continua) através da análise vetorial, sendo que direções coerentes foram obtidas para boa parte dos espécimes analisados para cada sítio. Todavia, a mesma coerência não é observada para as direções médias por sítio. Assim, correções tectônicas foram efetuadas e para um grupo de sítios obteve-se um teste de dobra positivo, com direção média Dm=327,9°, Im=53,5° (α95=13,1°, K=22,6, N=7), a qual forneceu o polo paleomagnético situado em 271,7°E, 28,6°N (α95=17,6°). Supondo uma trama magnética horizontal (k₃=90°) para os sills acamadados que constituem o Complexo Rincón del Tigre, a direção média (declinação e inclinação) do eixo k3 para cada sítio foi utilizada para corrigir as direções de magnetização para a situação de trama horizontal. Após a correção de ASM, outro grupo de sítios apresentou direções consistentes, cuja direção média Dm=118,6°, Im=20,7° (α95=16,5°, k=12,2 N=8) forneceu o polo paleomagnético situado em 28,5°E, 30,0°S (α95=12,8). Os parâmetros estatísticos foram também significativamente melhorados após a correção de ASM. Com base nos dois polos determinados para o Complexo Rincón del Tigre e polos selecionados para o Cráton Amazônico e Laurentia são propostas paleogeografias para 1265 Ma, 1200 Ma, 1150 Ma, 1100 Ma e 1000 Ma que apoiam o modelo que propõe a ruptura do supercontinente Columbia, por volta de 1270 Ma atrás, e o posterior movimento de rotação horária do Cráton Amazônico/Oeste-África e da Báltica até estes blocos cratônicos colidirem novamente há 1000 Ma atrás com a Laurentia, ao longo do cinturão Grenville, para formar o supercontinente Rodínia.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PATRONI, Oscar Andrés Lazcacno; D'AGRELLA FILHO, Manoel Souza. Estudo paleomagnético do complexo máfico-ultramáfico Rincó del Tigre - Sudeste da Bolivia, Cráton Amazônico. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Patroni, O. A. L., & D'Agrella Filho, M. S. (2015). Estudo paleomagnético do complexo máfico-ultramáfico Rincó del Tigre - Sudeste da Bolivia, Cráton Amazônico. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Patroni OAL, D'Agrella Filho MS. Estudo paleomagnético do complexo máfico-ultramáfico Rincó del Tigre - Sudeste da Bolivia, Cráton Amazônico. 2015 ;
    • Vancouver

      Patroni OAL, D'Agrella Filho MS. Estudo paleomagnético do complexo máfico-ultramáfico Rincó del Tigre - Sudeste da Bolivia, Cráton Amazônico. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021