Exportar registro bibliográfico

Fatores de risco para mortalidade e desfechos em síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrico e lesão pulmonar aguda pediátrica (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ROSSI, FLáVIA FEIJó PANICO - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPE
  • Subjects: SÍNDROME DO DESCONFORTO RESPIRATÓRIO EM ADULTOS; CRIANÇAS; RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL; FATORES DE RISCO; MORTALIDADE; ANÁLISE MULTIVARIADA; ANÁLISE DE SOBREVIVÊNCIA
  • Keywords: Child; Mortality; Multivariate analysis; Respiratory artificial; Respiratory distress syndrome adult; Risk factors; Survival analysis
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Crianças admitidas em unidades de terapia intensiva pediátricas (UTIP) frequentemente apresentam ou desenvolvem insuficiência respiratória aguda com necessidade de ventilação mecânica. Analisamos prospectivamente crianças admitidas em três UTIPs, com o objetivo de identificar fatores de risco para mortalidade. Métodos: Neste estudo observacional de pacientes com idades entre 1 mês e 15 anos, admitidos entre Agosto de 2008 e Julho de 2010, as crianças elegíveis eram as que apresentavam lesão pulmonar aguda ou síndrome do desconforto respiratório agudo que se desenvolvia após 12 horas de ventilação invasiva ou não invasiva. Usamos modelos de regressão logística para explorar a relação entre o óbito e variáveis independentes. Resultados: Dos 3046 pacientes admitidos nas três UTIPs, 1658 foram submetidos à ventilação mecânica e 84 preencheram os critérios de lesão pulmonar aguda/ síndrome do desconforto respiratório agudo e foram analisados. Aproximadamente 60% dos pacientes eram do sexo masculino, e a mediana de idade foi de 31 meses. O modo de ventilação inicial em 86% dos casos foi pressão controlada/assisto-controlada e a mediana de duração da ventilação mecânica e de tempo de internação na UTIP foram de 12 e 15 dias, respectivamente. Nenhum dos oito pacientes que desenvolveu lesão pulmonar aguda morreu, enquanto 33 dos 76 pacientes restantes com síndrome do desconforto respiratório agudo morreram, determinando uma mortalidade geral de 39,3% (IC95%, 28,8-50,6%).Em diferentes modelos de regressão logística multivariados, o número de disfunções orgânicas, a pressão de pico inspiratória, o gradiente de pressão no primeiro dia e a média do gradiente de pressão nos primeiros 7 dias de ventilação mecânica foram significativamente associados a mortalidade. Conclusões: A mortalidade em lesão pulmonar aguda/ síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrica é alta. Fatores de risco para óbito associados à ventilação mecânica são alvos potenciais para intervenção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.08.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROSSI, Flávia Feijó Panico; TROSTER, Eduardo Juan. Fatores de risco para mortalidade e desfechos em síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrico e lesão pulmonar aguda pediátrica. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-24102016-161452/ >.
    • APA

      Rossi, F. F. P., & Troster, E. J. (2016). Fatores de risco para mortalidade e desfechos em síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrico e lesão pulmonar aguda pediátrica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-24102016-161452/
    • NLM

      Rossi FFP, Troster EJ. Fatores de risco para mortalidade e desfechos em síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrico e lesão pulmonar aguda pediátrica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-24102016-161452/
    • Vancouver

      Rossi FFP, Troster EJ. Fatores de risco para mortalidade e desfechos em síndrome do desconforto respiratório agudo pediátrico e lesão pulmonar aguda pediátrica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-24102016-161452/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020