Exportar registro bibliográfico

Linfoma difuso de grandes células B, SOE de novo: significado prognóstico de algoritmos e biomarcadores imuno-histoquímicos em pacientes tratados com esquema CHOP-simile e rituximab (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULA, HENRIQUE MOURA DE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: ANTÍGENOS; BIOMARCADORES; IMUNOHISTOQUÍMICA; CLASSIFICAÇÃO; LINFOMA; PROGNÓSTICO; PROTEÍNAS PROTO-ONCOGÊNICAS; ANTICORPOS MONOCLONAIS
  • Keywords: Antígenos CD30; Biomarkers; Classification; Diffuse large B-cell lymphoma; Immunohistochemistry; Linfoma difuso de grandes células B; Prognosis; Proteínas proto-oncogênicas c-myc; Proto-oncogene proteins c-bcl-2; Proto-oncogene proteins c-myc; Rituximab
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O linfoma difuso de grandes células B, sem outras especificaçoes (LDGCB, SOE) é uma neoplasia agressiva caracterizada pela heterogeneidade morfológica, imunofenotípica e molecular, porém o atual tratamento padrão utilizando imunoquimioterapia (R-CHOP) não considera tal diversidade. Há percentual significativo de pacientes que são refratários à terapia de primeira linha e alguns que apresentam recidiva precoce ou tardia, os quais representam as vítimas desta doença. O estudo imuno-histoquímico (IHQ), que é um método simples e universalmente disponível, vem sendo utilizado para reconhecer a diversidade biológica do LDGCB, SOE, identificando biomarcadores e subgrupos distintos da doença, que poderiam predizer a resposta terapêutica ao tratamento padrão e apontar possíveis candidatos a novas estratégias terapêuticas. OBJETIVOS: Este estudo avalia o valor prognóstico de cinco algoritmos para classificação do LDGCB segundo a célula de origem (COO) e da expressão de três biomarcadores (BCL2, CD30 e MYC) tendo como endpoint a sobrevida global. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo com setenta e nove pacientes com LDGCB,SOE de novo tratados com imunoquimioterapia padrão, estadiados e acompanhados protocolarmente. Os casos foram classificados como subgrupo célula B centrogerminativa símile (GCB) ou como subgrupo célula B não-centrogerminativa símile (NGCB), de acordo com três algoritmos IHQ (Hans, Choi, e Visco-Young) pareados com estudo do perfil de expressão gênica(PEG) e dois algoritmos IHQ não-PEG pareados (Muris e Nyman). Foi estimado o valor prognóstico destes algoritmos e também avaliado a concordância entre eles. O valor prognóstico da expressão do BCL2, CD30 e MYC utilizando IHQ também foi analisado. RESULTADOS: Os algoritmos IHQ PEG pareados revelaram maior concordância entre si, porém nenhum deles revelou força prognóstica. A expressão do CD30 mostrou tendência a melhor prognóstico, porém a expressão de BCL2 e MYC avaliados isoladamente não revelaram impacto prognóstico. Contudo, a coexpressão do BCL2 e MYC, denominado como fenótipo linfoma duplo-expressor (LDE), revelou-se importante marcador prognóstico desfavorável. Foram identificados três subgrupos de risco baseado no fenótipo LDE e o Índice Prognóstico Internacional (IPI). CONCLUSÃO: Em pacientes com LDGCB, SOE de novo tratados com esquema terapêutico padrão, a pesquisa da expressão do fenótipo LDE é mais relevante do ponto vista prognóstico que a classificação em subgrupo GCB ou NGCB. Além disso, a expressão do CD30 pode ser relevante tanto para identificar subgrupo com tendência a melhor prognóstico como para identificar possíveis candidatos a nova terapia alvo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.07.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULA, Henrique Moura de; ZERBINI, Maria Claudia Nogueira. Linfoma difuso de grandes células B, SOE de novo: significado prognóstico de algoritmos e biomarcadores imuno-histoquímicos em pacientes tratados com esquema CHOP-simile e rituximab. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-05102016-125853/ >.
    • APA

      Paula, H. M. de, & Zerbini, M. C. N. (2016). Linfoma difuso de grandes células B, SOE de novo: significado prognóstico de algoritmos e biomarcadores imuno-histoquímicos em pacientes tratados com esquema CHOP-simile e rituximab. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-05102016-125853/
    • NLM

      Paula HM de, Zerbini MCN. Linfoma difuso de grandes células B, SOE de novo: significado prognóstico de algoritmos e biomarcadores imuno-histoquímicos em pacientes tratados com esquema CHOP-simile e rituximab [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-05102016-125853/
    • Vancouver

      Paula HM de, Zerbini MCN. Linfoma difuso de grandes células B, SOE de novo: significado prognóstico de algoritmos e biomarcadores imuno-histoquímicos em pacientes tratados com esquema CHOP-simile e rituximab [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-05102016-125853/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021