Exportar registro bibliográfico

O príncipe digital: estruturas de poder, liderança e hegemonia nas redes sociais (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: MAIA, MAÍRA CARNEIRO BITTENCOURT - ECA
  • Unidade: ECA
  • Subjects: COMUNICAÇÃO DE MASSA; REDES SOCIAIS; MOVIMENTOS SOCIAIS; ATIVISMO; INTERNET
  • Keywords: Digital Prince; Grounded Theory (GT); Líderes de Opinião; Mobilização Social; Opinion leaders; Social networks; Social mobilization
  • Language: Português
  • Abstract: O conceito de "Príncipe" surgiu com Nicolau Maquiavel, no início do século XVI, para descrever o governante das monarquias e repúblicas. Em Antonio Gramsci, na metade do século XX, o lugar do Príncipe passou a ser ocupado pelo partido político, aparecendo assim o conceito de "Moderno Príncipe". Mais tarde, no fim do século XX, o pesquisador brasileiro Octavio Ianni revisita as duas obras e propõe o "Príncipe Eletrônico". Ele constatou que os meios de comunicação de massa passaram a exercer as funções sociais de Príncipe. Em Octávio Ianni, o rádio e, principalmente, a televisão são os lugares, por excelência, de poder, hegemonia e liderança, não sozinhos, mas com o suporte e apoio dos grandes grupos econômicos e políticos. O objetivo desta tese é levar adiante a teoria criada por Ianni e explorar a hipótese da existência de um novo Príncipe no século XXI, que chamamos de Príncipe Digital. Sem prejuízo do que foi descrito por Ianni, essa nova figura não é necessariamente um intelectual, não nasce das mídias tradicionais de massa (rádio e TV) e não se alinha direta e necessariamente com os grupos, econômicos e políticos, hegemônicos, mas é tão ou mais influente e eficaz. O conceito de Príncipe Digital, como variante da categoria criada por Ianni, ilumina a forma como, na era das redes digitais, estão estruturadas as categorias: poder, hegemonia e liderança, pilares de todos os modelos teóricos de príncipes existentes até então. Essa compreensão pode nos levar a entendermelhor os fenômenos deste tempo, como as grandes manifestações sociais e os tipos de relações existente nas redes sociais. Para chegar a esse modelo teórico, este trabalho usou como aporte metodológico a Grounded Theory (GT). A GT possibilita uma perspectiva mais real sobre o fenômeno, pois a própria população envolvida aponta os dados, por meio de pesquisas empíricas de natureza quantitativa e qualitativa. Para essa parte empírica, esta pesquisa contou com análise de 74 manifestações sociais, 601 entrevistados e observações acerca de 354 Líderes de Opinião. Analisamos, teórica e empiricamente, manifestações populares que ocorreram no Brasil entre os anos de 2013 e 2015. Os questionários foram divididos em duas fases de aplicações, a primeira, na qual ficaram disponíveis entre março e junho de 2015 e, a segunda, no mês de agosto de 2015. Os principais autores que dão sustentação à tese são: Maquiavel, Gramsci e Ianni, pelas razões já expostas. Lazarsfeld e Toro, com reflexões sobre a recepção de ideias e a mobilização social; Glaser, Tarozzi e Charmaz, com o suporte metodológico da GT. Hardt, Negri e Castells, com argumentos teóricos sobre multidão, redes sociais, internet e processos de mobilização online
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.03.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BITTENCOURT, Maíra; BUCCI, Eugênio. O príncipe digital: estruturas de poder, liderança e hegemonia nas redes sociais. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-14092016-112629/ >.
    • APA

      Bittencourt, M., & Bucci, E. (2016). O príncipe digital: estruturas de poder, liderança e hegemonia nas redes sociais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-14092016-112629/
    • NLM

      Bittencourt M, Bucci E. O príncipe digital: estruturas de poder, liderança e hegemonia nas redes sociais [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-14092016-112629/
    • Vancouver

      Bittencourt M, Bucci E. O príncipe digital: estruturas de poder, liderança e hegemonia nas redes sociais [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-14092016-112629/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021