Exportar registro bibliográfico

Associação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: NISHIZAWA, ALINE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: ARTERIOSCLEROSE; ARTÉRIAS; ADIPOSIDADE; GORDURAS NA DIETA; CIRCUNFERÊNCIA ABDOMINAL; ANTROPOMETRIA; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Keywords: Abdominal fat; Adiposity; Anthropometry; Arteries; Atherosclerosis; Autopsy; Cross-sectional studies
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A adiposidade tem sido associada à aterosclerose em vários estudos clínicos. No entanto, poucos estudos de autópsia tem investigado a relação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica e os estudos existentes compararam medidas antropométricas e/ou gordura visceral com aterosclerose, porém não avaliaram a aterosclerose em vários sítios em um mesmo indivíduo, avaliando frequentemente apenas a aterosclerose nas artérias coronárias, utilizaram medidas aproximadas de estenose das artérias coronárias, os tamanhos das amostras foram pequenos e os indivíduos eram mais jovens ou de meia-idade. OBJETIVO: Investigar a associação entre adiposidade, mensurada através de medidas antropométricas e a massa de gordura visceral abdominal e torácica com a aterosclerose nas artérias aorta, coronárias, carótidas e cerebrais. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal em que foram avaliados 240 sujeitos com 30 anos ou mais. Foram coletados dados sociodemográficos, fatores de risco cardiovasculares, medidas antropométricas e massas de gorduras pericárdica e visceral abdominal. O grau de aterosclerose nas artérias aorta, carótidas, coronárias e cerebrais foi avaliado através de medidas morfométricas e o coração foi avaliado quanto à presença de infarto do miocárdio. Foi realizada avaliação da associação entre medidas antropométricas e massa de gordura visceral com a aterosclerose. RESULTADOS: A gordura pericárdica foi associada ao grau de aterosclerose da aorta (p = 0,03). As gordurasviscerais abdominal (p = 0,006) e total (p = 0,006) apresentaram associação com o número de placas nas artérias coronárias. A relação cintura-quadril (RCQ) foi associada ao grau de aterosclerose da artéria aorta (p = 0,005), índice de estenose das artérias coronárias (p = 0,03) e ao número de placas nas artérias coronárias (p = 0,04). CONCLUSÕES: Dentre as medidas antropométricas, a RCQ e as gorduras pericárdica, viscerais abdominal e total foram as mais correlacionadas com o grau de aterosclerose nas diferentes artérias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.06.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NISHIZAWA, Aline; PASQUALUCCI, Carlos Augusto Goncalves. Associação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-08092016-095921/ >.
    • APA

      Nishizawa, A., & Pasqualucci, C. A. G. (2016). Associação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-08092016-095921/
    • NLM

      Nishizawa A, Pasqualucci CAG. Associação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-08092016-095921/
    • Vancouver

      Nishizawa A, Pasqualucci CAG. Associação entre adiposidade e aterosclerose sistêmica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-08092016-095921/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021