Exportar registro bibliográfico

Efeito de metabólitos produzidos por actinobactérias sobre a digestibilidade in vitro e fermentação ruminal (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, BRUNA GOMES - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VNP
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES PARA ANIMAL; RUMINANTES; BOVINOS; FERMENTAÇÃO
  • Keywords: Additions; Cattle; Aditivos; Digestibilidade <i>in vitro</i>; Fermentation; In vitro digestibility; Ionóforos; Ionophores
  • Language: Português
  • Abstract: Actinobactérias são microrganismos capazes de produzir compostos bioativos presentes em extratos brutos com ação antibiótica e ionófora. A hipótese deste estudo foi de que extratos brutos de actinobactérias apresentem eficácia similar à monensina sódica para modulação da fermentação ruminal; no aumento da digestibilidade da matéria seca e matéria orgânica, aumento da concentração de propionato e redução da produção de gases totais, da desaminação protéica e de metano. Portanto, o objetivo foi avaliar in vitro dois extratos brutos (AMC e Caat) sobre a fermentação ruminal (produção total de gases, de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e de metano (CH4); digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS), da matéria orgânica (DIVMO) e produção de nitrogênio amoniacal (N-NH3). O estudo foi dividido em duas fases; a primeira objetivou estabelecer a curva dose-resposta dos extratos e a segunda para avaliação com controle positivo de monensina sódica. Para ambas fases, foram utilizadas como doadoras de líquido ruminal (inóculo) três vacas da raça Holandesa em lactação, portadoras de fístula ruminal. As dietas fornecidas foram à base de silagem de milho, farelo de soja, ureia, milho moído e suplemento mineral, com relação volumoso:concentrado de 60:40. Amostras de fluido ruminal foram coletadas por meio de bomba de vácuo, armazenadas em garrafas e caixas térmicas e transportadas ao laboratório para incubação em frascos de vidro. Para a primeira fase, foram avaliadas 4 doses (0,3;0,6; 0,9 e 1,20 mg) de 2 extratos (AMC e Caat) em ensaio in vitro de 72 horas, no qual foram mensuradas a produção de gás durante a incubação e, ao final, as concentrações de AGCC, DIVMS e DIVMO foram determinadas. Na segunda fase, o ensaio foi de 24 horas, e ao final foram feitas análises para CH4 e N-NH3, além de AGCC, DIVMS, DIVMO e produção de gás. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado (DIC) para ambas as fases. Na primeira fase, a inclusão do Caat diminuiu linearmente a DIVMO após 72 hs e reduziu as concentrações de ácido isovalérico, butírico, da relação acetato:propionato e da produção de gás acumulado por 24, 48 e 72 h. Na segunda fase, a inclusão dos extratos causaram diminuição da produção de gás acumulada em 24 horas, sendo menor no tratamento monensina e no Caat. Houve efeito de inclusão do Caat e da monensina sobre a concentração de AGCC, aumentando a concentração de propionato e diminuindo a concentração de butirato, acetato e a relação acetato:propionato. A concentração de N-NH3 foi menor mediante inclusão do extrato Caat e da monensina enquanto que a concentração de CH4 foi maior para a inclusão dos extratos quando comparados com a inclusão de monensina, entretanto não foram maiores do que o controle. A inclusão do extrato Caat foi capaz de modificar a fermentação in vitro de forma semelhante à monensina sódica, mas não alterou a digestibilidade da fibra. Por outro lado, o AMC não alterou a fermentação ruminal, seja nadigestibilidade da fibra, na produção de gases totais, metano, nitrogênio amoniacal e AGCC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.03.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Bruna Gomes; SANTOS, Marcos Veiga dos. Efeito de metabólitos produzidos por actinobactérias sobre a digestibilidade in vitro e fermentação ruminal. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-10062016-134611/ >.
    • APA

      Alves, B. G., & Santos, M. V. dos. (2016). Efeito de metabólitos produzidos por actinobactérias sobre a digestibilidade in vitro e fermentação ruminal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-10062016-134611/
    • NLM

      Alves BG, Santos MV dos. Efeito de metabólitos produzidos por actinobactérias sobre a digestibilidade in vitro e fermentação ruminal [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-10062016-134611/
    • Vancouver

      Alves BG, Santos MV dos. Efeito de metabólitos produzidos por actinobactérias sobre a digestibilidade in vitro e fermentação ruminal [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10135/tde-10062016-134611/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021