Exportar registro bibliográfico

Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: MOTA, LUCAS PONEZ DA - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: ELETRÓLITOS; CÉLULAS SOLARES
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho visou preparar e caracterizar eletrólitos poliméricos (EP) à base de poli(vinil butirato) (PVB) com diferentes sais de lítio (LiClO4, LiCF3SO3 e LiI/I2), com ou sem o plastificante g-butirolactona (GBL), além de viabilizar a aplicação dos mesmos em dispositivos eletrocrômicos e células solares. Observou-se, através das análises por espectroscopia de impedância eletroquímica, que o PVB é capaz de solvatar no máximo 40% de sal de lítio em massa. Foi verificado que as condutividades iônicas dessas amostras, em função do aumento da temperatura, podem ser explicadas pelo modelo Vogel-Tammann-Fulcher, e que o eletrólito PF04 (PVB com 40% de LiCF3SO3) possui o maior valor de condutividade (1,5´10-4 S/cm) com relação às outras amostras. Os espectros de infravermelho das amostras estudadas mostraram um deslocamento nos picos correspondentes às carbonilas da matriz polimérica em resposta à coordenação das mesmas com íons Li+. Os resultados da espectroscopia Raman comprovaram a presença do par redox (I3-/I-) no eletrólito com LiI/I2. Os difratogramas de raios-X do PVB evidenciaram um pico largo centrado em 20º (2q) com 800 c.p.s. de intensidade, a adição de LiI/I2 e LiCF3SO3 ao polímero reduziu as intensidades para 750 e 700 c.p.s respectivamente, ao contrário do observado com LiClO4, onde se nota que o sal não foi completamente solvatado pelo polímeroA micrografia obtida por microscopia eletrônica de varredura (SEM) do eletrólito com 23% de LiClO4 (amostra P04) mostraram evidências de aglomerados iônicos na superfície. As análises por calorimetria exploratória diferencial (DSC) mostraram que um aumento na concentração de sal adicionado ao polímero causou uma diminuição na temperatura de transição vítrea (Tg), e que os eletrólitos possuem em torno de 44% de cristalinidade. Os eletrólitos P04 e PF04 foram aplicados em janelas eletrocrômicas, apresentando uma diferença de 10,5 e 9,3% respectivamente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOTA, Lucas Ponez da; PAWLICKA, Agnieszka Joanna. Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares. 2016.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-09082016-142424/publico/LucasPonezdaMotaoriginal.pdf >.
    • APA

      Mota, L. P. da, & Pawlicka, A. J. (2016). Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-09082016-142424/publico/LucasPonezdaMotaoriginal.pdf
    • NLM

      Mota LP da, Pawlicka AJ. Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-09082016-142424/publico/LucasPonezdaMotaoriginal.pdf
    • Vancouver

      Mota LP da, Pawlicka AJ. Eletrólitos poliméricos a partir de poli(vinil butirato) para dispositivos eletrocrômicos e células solares [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75134/tde-09082016-142424/publico/LucasPonezdaMotaoriginal.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021