Exportar registro bibliográfico

Avaliação da prevalência e das características da síndrome dos ovários policísticos em adolescentes obesas (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, MARINA PEREIRA YBARRA MARTINS DE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPE
  • Subjects: ADOLESCENTES; OBESIDADE; PREVALÊNCIA; OVÁRIO; ANDRÓGENOS; CICLO MENSTRUAL; SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO; SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO
  • Keywords: Adolescent; Cross-sectional studies; Hiperandrogenismo; Hyperandrogenism; Menstrual cycle; Obesity; Ovarian; Polycystic ovary syndrome
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: o diagnóstico da Síndrome do Ovário Policístico (SOP) na adolescência é desafiador e vem sendo alvo de intensas discussões. Sua prevalência em mulheres adultas em idade fértil varia de 5-10%. Entretanto, a prevalência em adolescentes obesas ainda não foi descrita na literatura. Somado a isso, ainda não é bem estabelecida a relação da SOP com alterações metabólicas e cardiovasculares nesta população. Dessa maneira, objetivamos avaliar a prevalência e as características da SOP na população de adolescentes obesas acompanhadas em um centro hospitalar quaternário. Métodos: realizamos um estudo transversal com 49 adolescentes obesas pós-menarca, com idade média de 15,6 anos. Foi realizada avaliação antropométrica e revisão de prontuários médicos. O hiperandrogenismo clínico e laboratorial foram quantificados utilizando o índice de Ferriman-Gallwey e as dosagens androgênicas, respectivamente. A morfologia ovariana foi avaliada por ultrassonografia suprapúbica. Todas as pacientes tiveram seus perfis metabólicos analisados. Resultados: ao adotarmos a nova Diretriz para SOP na adolescência da Sociedade de Endocrinologia Pediátrica Americana, encontramos uma prevalência de 18,4% de SOP em nossa população de adolescentes obesas. Quando utilizamos os critérios de Rotterdam, da Sociedade de Excesso Androgênico e SOP e do Instituto Nacional de Saúde Americano, as prevalências foram de 26,4%, 22,4% e 20,4%, respectivamente. A irregularidade menstrual foi constatada em 65,3% das pacientes.O hiperandrogenismo clínico foi observado em 16,3% das meninas, e 18,4% tinham concentrações de testosterona total acima do valor de normalidade. A ultrassonografia revelou que 18,4% das meninas tinham ovários policísticos. Adolescentes obesas com SOP apresentaram maior prevalência de síndrome metabólica. Conclusão: a prevalência de SOP em adolescentes obesas é alta quando comparada àquela observada na literatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.06.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Marina Pereira Ybarra Martins de; DAMIANI, Durval. Avaliação da prevalência e das características da síndrome dos ovários policísticos em adolescentes obesas. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-23082016-105819/ >.
    • APA

      Oliveira, M. P. Y. M. de, & Damiani, D. (2016). Avaliação da prevalência e das características da síndrome dos ovários policísticos em adolescentes obesas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-23082016-105819/
    • NLM

      Oliveira MPYM de, Damiani D. Avaliação da prevalência e das características da síndrome dos ovários policísticos em adolescentes obesas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-23082016-105819/
    • Vancouver

      Oliveira MPYM de, Damiani D. Avaliação da prevalência e das características da síndrome dos ovários policísticos em adolescentes obesas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5141/tde-23082016-105819/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020