Exportar registro bibliográfico

Hegemonia e educação: proposta gramsciana de superação da subalternidade (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, DEISE ROSALIO - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: HEGEMONIA; ESTADO (POLÍTICA); POLÍTICA; CULTURA; EDUCAÇÃO
  • Keywords: Cultura; Culture; Educação; Education; Estado; Gramsci; Gramsci; Hegemonia; Hegemony; State; Subalternidade; Subalternity
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho versou sobre a investigação do léxico gramsciano com o objetivo de identificar os conceitos que influenciaram o delineamento de uma perspectiva educativa e do lugar que ela ocupa no conjunto da obra de Gramsci. Partindo do levantamento quantitativo de palavras e termos que representam conceitos mobilizados pelo autor, buscou-se a compreensão das noções desenvolvidas, a relação entre a recorrência do conceito e sua incidência na conformação de um ideário educativo integrante do projeto de ação política para a superação da subalternidade. A análise centrou-se no conjunto dos Cadernos do cárcere, obra que melhor expressa o apurado exame histórico e as reflexões sobre a delimitação estratégica de luta política desenvolvida pelo autor. Escritos anteriores à prisão, as Cartas do cárcere e produções de comentaristas foram complementares ao estudo. Pensada como parte inerente do seu projeto de transformação social, a concepção educativa não poderia ser plenamente compreendida se deslocada de um conjunto de conceitos produzidos e ou reformulados por Gramsci ao longo de sua permanência no cárcere, entre os quais se destacam: senso comum, bom senso, religião, filosofia, ideologia, filosofia da práxis, sociedade política, sociedade civil, estrutura, superestrutura, guerra de posição, guerra de movimento, relações de força, transformismo, Oriente, Ocidente, Estado, bloco histórico, revolução passiva, revolução permanente, hegemonia, subalternidade, reforma intelectuale moral, teoria e prática, tradutibilidade, catarse, molecular, vontade coletiva, conformismo, forma e conteúdo, intelectual, partido, cultura e homem. A quantificação do uso dos conceitos nos Cadernos do cárcere sinalizou a relevância, mas não determinou necessariamente o peso da sua importância na construção da acepção pedagógica gramsciana. A ampliação do conceito de Estado e a reformulação e o aprofundamento da teoria de hegemonia compõem a maneira pela qual Gramsci realiza a tradutidibilidade do marxismo, enriquecendo-o com uma perspectiva educativa revolucionária concebida como proposta para a superação da subalternidade. A teoria histórica e política elaborada por Gramsci pode ser expressa por duas díades integradas: hegemonia e educação; teoria e prática. A revolução é pensada como um processo molecular de educação permanente para preservação da hegemonia necessária à conformação de um bloco histórico que deponha a subalternidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.06.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Deise Rosalio; MORAES, Carmen Sylvia Vidigal. Hegemonia e educação: proposta gramsciana de superação da subalternidade. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15082016-150022/ >.
    • APA

      Silva, D. R., & Moraes, C. S. V. (2016). Hegemonia e educação: proposta gramsciana de superação da subalternidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15082016-150022/
    • NLM

      Silva DR, Moraes CSV. Hegemonia e educação: proposta gramsciana de superação da subalternidade [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15082016-150022/
    • Vancouver

      Silva DR, Moraes CSV. Hegemonia e educação: proposta gramsciana de superação da subalternidade [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15082016-150022/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020