Exportar registro bibliográfico

Estudo dos processos de mobilização, ativação e apoptose das células da medula óssea em modelo de morte encefálica em ratos (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: MENEGAT, LAURA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCP
  • Subjects: MORTE CEREBRAL; CÉLULAS DA MEDULA ÓSSEA; CONTAGEM DE CÉLULAS SANGUÍNEAS; LINFÓCITOS; MOLÉCULAS DE ADESÃO CELULAR; APOPTOSE; NECROSE; RATOS
  • Keywords: Blood cell count; Bone marrow cells; Brain death; Cell adhesion molecules; Lymphocyte subsets; Morte encefálica; Necrosis; Rats; Subpopulações de linfócitos
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Estudos experimentais suportam a evidência de leucopenia persistente desencadeada pela morte encefálica (ME). OBJETIVO: Esse estudo teve como objetivo investigar o comportamento leucocitário na medula óssea e no sangue após a morte encefálica em ratos. MÉTODOS: A morte encefálica foi induzida através da inserção e insuflação rápida de um cateter no espaço intracraniano. Ratos falso-operados (FO) foram apenas trepanados. Decorridas seis horas, as células da medula óssea, coletadas da cavidade femural, foram utilizadas para as contagens total e diferencial e analisadas por citometria de fluxo para a caracterização das subpopulações linfocitárias, a expressão de moléculas de adesão granulocíticas e apoptose/necrose (método de Anexina V/Iodeto de Propídio (PI)). RESULTADOS: Ratos com ME apresentaram uma redução de 30% no número de células da medula óssea devido à redução de linfócitos (40%) e células segmentadas (45%). As subpopulações de linfócitos na medula óssea foram semelhantes nos animais ME e FO (CD3, p=0,1; CD4, p=0,4; CD3/CD4, p=0,4; CD5, p=0,4, CD3/CD5, p=0,2; CD8, p=0,8). A expressão de L-selectina e beta2-Integrinas nos granulócitos também não diferiram entre os grupos (CD11a, p=0,9; CD11b/c, p=0,7; CD62L, p=0,1). Não existem diferenças nas porcentagens de apoptose e de necrose (Anexina V, p=0,73; PI, p=0,21; Anexina V/PI, p=0,29). CONCLUSÃO: Os dados sugerem que a redução na mobilização de células da medula óssea para o sangue, desencadeada pela morteencefálica, não se relaciona a alterações de subpopulações de linfócitos, expressão de moléculas de adesão granulocíticas, ou apoptose e necrose
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENEGAT, Laura; SANNOMIYA, Paulina. Estudo dos processos de mobilização, ativação e apoptose das células da medula óssea em modelo de morte encefálica em ratos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5156/tde-04082016-161413/ >.
    • APA

      Menegat, L., & Sannomiya, P. (2016). Estudo dos processos de mobilização, ativação e apoptose das células da medula óssea em modelo de morte encefálica em ratos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5156/tde-04082016-161413/
    • NLM

      Menegat L, Sannomiya P. Estudo dos processos de mobilização, ativação e apoptose das células da medula óssea em modelo de morte encefálica em ratos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5156/tde-04082016-161413/
    • Vancouver

      Menegat L, Sannomiya P. Estudo dos processos de mobilização, ativação e apoptose das células da medula óssea em modelo de morte encefálica em ratos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5156/tde-04082016-161413/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021