Exportar registro bibliográfico

Estudo observacional do uso da hipodermóclise em cuidados paliativos oncológicos (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARONE, GABRIELA FERRI - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: CUIDADOS PALIATIVOS; HIDRATAÇÃO
  • Keywords: Drug administration routes; Drug-related side effects and adverse reactions; Efeitos colaterais e reações adversas relacionadas a medicamentos; Fluid therapy; Hipodermóclise; Hypodermoclysis; Infusions subcutaneous; Infusões subcutâneas; Palliative care; Vias de administração de medicamentos
  • Language: Português
  • Abstract: Hipodermóclise (HDC) é uma importante técnica alternativa para a administração de medicamentos e fluidos pela via subcutânea. É usada com frequência para o controle dos sintomas em pacientes em cuidados paliativos com dificuldade de acesso venoso e que são incapazes de tolerar medicação oral. No entanto, raros estudos abordaram o uso da HDC de uma forma global, para reposição hidroeletrolítica e terapia medicamentosa, tanto na forma contínua quanto intermitente, observando detalhes e complicações do seu uso. Os objetivos deste estudo incluíram caracterizar o uso da HDC para administração de medicamentos, soluções e eletrólitos e avaliar as possíveis complicações locais, identificando também outros fatores que influenciam sua ocorrência. Estudo observacional prospectivo com coleta de dados em prontuário e acompanhamento diário de pacientes internados com câncer avançado, da equipe de Cuidados Paliativos do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) em uso de HDC, verificando local de punção, medicamentos administrados e possíveis complicações, acompanhando os detalhes de seu uso. A análise estatística não-paramétrica e método de regressão logística foram realizados. Foram acompanhados 99 pacientes com 243 punções, das quais 166 (68,3%) em coxa e 46 (18,9%) em abdome. Os medicamentos mais utilizados foram morfina em 122 (50,2%) punções, seguido de dipirona em 118 (48,6%) e dexametasona em 86 (35,4%). A solução mais prescrita foi a glicofisiológica em 38 (15,6%)punções, pelo seu aporte calórico. 13,6% das punções (33 de 243) tiveram complicações, sendo apenas seis casos maiores (edema). Complicações ocorreram mais frequentemente até o segundo dia da punção e foram associadas com o número (p=0,007) e o volume (p=0,042) de medicamentos administrados e também com a solução glicofisiológica (p=0,003) e os eletrólitos cloreto de potássio (p=0,037) e cloreto de sódio (p=0,013). Este estudo permitiu o conhecimento de fatores associados a complicações e propõe algumas recomendações, como: individualização da terapia, especialmente relacionada com o volume de escolha, número de medicamentos administrados e evitar a adição de eletrólitos na solução glicofisiológica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2016
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARONE, Gabriela Ferri; CURY, Patricia Maluf. Estudo observacional do uso da hipodermóclise em cuidados paliativos oncológicos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-30062016-144200/ >.
    • APA

      Carone, G. F., & Cury, P. M. (2016). Estudo observacional do uso da hipodermóclise em cuidados paliativos oncológicos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-30062016-144200/
    • NLM

      Carone GF, Cury PM. Estudo observacional do uso da hipodermóclise em cuidados paliativos oncológicos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-30062016-144200/
    • Vancouver

      Carone GF, Cury PM. Estudo observacional do uso da hipodermóclise em cuidados paliativos oncológicos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-30062016-144200/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020