Exportar registro bibliográfico

Atribuição de causalidade ao desempenho acadêmico e autoestima de estudantes de Ciências Contábeis (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: NASCIMENTO, MARILIA - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Subjects: CONTABILIDADE; ATRIBUIÇÃO DE CAUSALIDADE; RENDIMENTO ESCOLAR; AUTOESTIMA; ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
  • Keywords: Academic performance; Accounting students; Attribution of causality; Desempenho acadêmico; Estudantes de Ciências Contábeis; Self-esteem
  • Language: Português
  • Abstract: A percepção sobre as causas dos acontecimentos faz parte da vida cotidiana. Atribui-se causas aos eventos na busca de entendimento que permita prever, controlar e alterar resultados futuros. Questões como \"Por que não passei na prova?\" e \"Porque fui o primeiro colocado no vestibular?\" conduzem à percepção de uma causa explicativa, seja para o fracasso ou para o sucesso. A Teoria da Atribuição Causal tem sido examinada para compreender e explicar como as pessoas interpretam os determinantes de seu sucesso ou fracasso em situações de desempenho. As causas percebidas estarão relacionadas à percepção de cada indivíduo sobre o evento, o que não implica causalidade real, dado que a ação será efetivada de acordo com a percepção de cada indivíduo sobre o evento. A abordagem teórica utilizada nessa pesquisa foi a Teoria da Atribuição Causal, proposta por Bernard Weiner, no contexto educacional, com foco nas atribuições causais para sucesso e fracasso acadêmicos. Neste cenário, o objetivo principal da pesquisa foi identificar as causas percebidas como explicativas do desempenho acadêmico de estudantes do curso de Ciências Contábeis. Buscou-se também obter evidências e subsidiar a discussão sobre a relação entre o sucesso e o fracasso acadêmico, a modalidade de ensino, a autoestima e o perfil do estudante. Os dados foram coletados por meio de um questionário aplicado aos estudantes de Ciências Contábeis de duas Universidades Federais que oferecem o curso em duas modalidades deensino (presencial e a distância) e 738 respostas válidas foram obtidas para análise. O questionário foi estruturado em três blocos (I - desempenho e causas percebidas, II - mensuração da autoestima e III - perfil do estudante). Os resultados apresentaram um perfil com idade média dos estudantes de 27,4 anos (34,27 na modalidade EaD e 24,87 na modalidade Presencial). A maioria dos estudantes (83%) exercia atividade remunerada (90% na EaD e 80% na presencial) e as mulheres representaram a maioria dos respondentes (62% na modalidade EaD e 58% na modalidade presencial). As causas internas, especificamente o esforço e a capacidade, foram mais indicadas como explicativas do sucesso acadêmico e as causas externas, especificamente a dificuldade da tarefa, a flexibilidade de horário e a influência negativa do professor, foram as mais indicadas como explicativas do fracasso acadêmico. Como os resultados apontam que os estudantes indicaram com frequência a própria capacidade para explicar o sucesso, pode-se admitir manifestação da tendência autoservidora, que contribui para a manutenção da autoestima, diante da influência positiva na motivação. Entre as causas do sucesso, a capacidade associou-se a um nível mais elevado de autoestima e a causa sorte associou-se a um nível mais baixo de autoestima. Entre as causas do fracasso, a dificuldade da tarefa associou-se ao nível mais baixo de autoestima. Uma análise geral permite observar que os estudantes dedicam pouco tempo aos estudos,atribuem sucesso principalmente a si mesmos e o fracasso a terceiros, e apresentam uma elevada autoestima associada principalmente ao sucesso atribuído à capacidade. Em futuras pesquisas, recomenda-se estudos pilotos, com objetivo de definir outras atribuições causais para elaboração de novos instrumentos de coleta de dados, por meio de abordagem metodológica qualitativa, que possam ampliar os achados e contribuir com a literatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.04.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NASCIMENTO, Marilia; MALUF, Maria Regina; MARTINS, Gilberto de Andrade. Atribuição de causalidade ao desempenho acadêmico e autoestima de estudantes de Ciências Contábeis. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-07072016-124548/ >.
    • APA

      Nascimento, M., Maluf, M. R., & Martins, G. de A. (2016). Atribuição de causalidade ao desempenho acadêmico e autoestima de estudantes de Ciências Contábeis. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-07072016-124548/
    • NLM

      Nascimento M, Maluf MR, Martins G de A. Atribuição de causalidade ao desempenho acadêmico e autoestima de estudantes de Ciências Contábeis [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-07072016-124548/
    • Vancouver

      Nascimento M, Maluf MR, Martins G de A. Atribuição de causalidade ao desempenho acadêmico e autoestima de estudantes de Ciências Contábeis [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-07072016-124548/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021