Exportar registro bibliográfico

Recursos físicos na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome de ratos submetidos à ação da nicotina (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NEVES, LAIS MARA SIQUEIRA DAS - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: TERAPIA A LASER; ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA; TERMOGRAFIA; FUMO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do estudo foi investigar o efeito do laser de baixa intensidade (LBI) e estimulação elétrica na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome (TRAM), em ratos submetidos a ação da nicotina. Para tanto, foram avaliados 108 ratos albinos - Wistar, divididos em dois estudos. Estudo 1: Grupo 1 – (salina) submetido à técnica cirúrgica para obtenção do retalho TRAM; Grupo 2 – (laser 830 nm) submetido a técnica cirúrgica e irradiado com laser 830 nm; Grupo 3 – (laser 660 nm) submetido a técnica cirúrgica e irradiação com laser 660 nm; Grupo 4 - submetido a ação da nicotina administrada via subcutânea (2 mg/Kg/2x/dia/4 semanas), submetidos a cirurgia; Grupo 5 – (Nicotina + laser 830 nm) submetido a nicotina, a técnica cirúrgica e irradiação com laser 830 nm; Grupo 6 – (Nicotina + laser 660 nm) submetido a nicotina, a técnica cirúrgica e irradiação com laser 660 nm. Estudo 2: Grupo 1 – (salina) submetido à técnica cirúrgica, para obtenção do retalho TRAM; Grupo 2 – (EEAV) submetido a técnica cirúrgica e estimulação elétrica de alta voltagem; Grupo 3 – (CDF) submetido a técnica cirúrgica e corrente difásica; Grupo 4 - submetido a ação da nicotina, submetidos a cirurgia; Grupo 5 – (Nicotina + EEAV) submetido a ação da nicotina, a técnica cirúrgica e EEAV; Grupo 6 – (Nicotina + CDF) submetido a ação da nicotina, técnica cirúrgica e DF. A aplicação do LBI, EEAV e CDF ocorreram imediatamente após a cirurgia e nos dois dias subsequentes. A porcentagem de área de necrose foi avaliada pelo software AxioVision®, e a temperatura do retalho foi avaliada por termografia infravermelha (FLIR® T450sc). Também foram avaliadas a espessura da epiderme (coloração Hematoxilina-eosina), contagem de mastócitos (coloração Azul de toluidina), e imunohistoquímica para fator de crescimento do endotélio vascular (anti-VEGF), de fibroblastos (anti-FGF) e vasosneoformados (anti-CD34). No estudo 1, o laser de baixa intensidade com comprimento de onda 830 nm apresentou maior viabilidade do retalho TRAM, apresentando menor área de necrose, maior número de mastócitos, além de maior quantidade de VEGF e CD34. No estudo 2, a corrente difásica apresentou maior viabilidade do retalho TRAM, com menor área de necrose, maior número de mastócitos e maior quantidade de FGF em relação a estimulação elétrica de alta voltagem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.03.2016

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NEVES, Lais Mara Siqueira das; GUIRRO, Elaine Caldeira de Oliveira. Recursos físicos na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome de ratos submetidos à ação da nicotina. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.
    • APA

      Neves, L. M. S. das, & Guirro, E. C. de O. (2016). Recursos físicos na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome de ratos submetidos à ação da nicotina. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Neves LMS das, Guirro EC de O. Recursos físicos na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome de ratos submetidos à ação da nicotina. 2016 ;
    • Vancouver

      Neves LMS das, Guirro EC de O. Recursos físicos na viabilidade do retalho musculocutâneo transverso do músculo reto do abdome de ratos submetidos à ação da nicotina. 2016 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020