Exportar registro bibliográfico

Evolução do veneno em cnidários baseada em dados de genomas e proteomas (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: BECERRA, ADRIAN JOSE JAIMES - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: COELENTERATA; VENENOS; EVOLUÇÃO; GENOMAS; TOXINAS
  • Keywords: Cnidarians; Cnidários; Evolution; Proteoma; Proteome; Veneno; Venom
  • Language: Português
  • Abstract: A evolução do veneno, uma das misturas mais complexas da natureza, tem sustentado o sucesso da diversificação de inúmeras linhagens de animais. Serpentes deslizantes ou medusas flutuantes utilizam o veneno, um coquetel de peptídeos farmacologicamente ativos, sais e moléculas orgânicas. Esses animais surpreendentes têm provocado grande fascínio ao longo da história humana. Nesta dissertação propomos um estudo da evolução dos venenos no filo Cnidaria, englobando dados proteômicos e genômicos. Este projeto teve como objetivos: (1) caracterizar e elucidar a evolução da composição do veneno em Cnidaria por meio da comparação de listas de proteínas; (2) testar a hipótese de que a variação na família de toxinas específica de cnidários tem sido o resultado de um regime de seleção positiva; e (3) determinar a extensão em que a duplicação de genes pode ser considerada como a principal razão para a diversificação de toxinas em Cnidaria. O capítulo "Comparative proteomics reveals common components of a powerful arsenal in the earliest animal venomous lineage, the cnidarians" propõe o estudo comparado mais completo sobre a composição do veneno de cnidários e uma hipótese sobre a montagem evolutiva do complexo arsenal bioquímico de cnidários e do veneno ancestral desse grupo basal. Vinte e oito famílias de proteínas foram identificadas. Destas, 13 famílias foram registradas pela primeira vez no proteoma de Cnidaria. Pelo menos 15 famílias de toxinas foram recrutadas no proteoma deveneno de cnidários antes da diversificação dos grupos Anthozoa e Medusozoa. Nos capítulos "Evidence of episodic positive selection in the evolution of jellyfish toxins of the cnidarian venom" e "Gene duplications are extensive and contribute significantly to the toxic proteome of nematocysts isolated from Acropora digitifera (Cnidaria: Anthozoa: Scleractinia)", nossas análises demonstram que as famílias de toxinas nos cnidários se diversificam amplamente mediante a duplicação de genes. Além disso, em contraste com as famílias de toxinas do veneno na maioria das linhagens animais; nós identificamos um padrão diferente na família de toxinas específica de cnidários, em que há uma seleção purificadora por longos períodos seguindo longos tempos de diversificação ou vice-versa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.03.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BECERRA, Adrian Jose Jaimes; MARQUES, Antonio Carlos. Evolução do veneno em cnidários baseada em dados de genomas e proteomas. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-05052016-110431/ >.
    • APA

      Becerra, A. J. J., & Marques, A. C. (2016). Evolução do veneno em cnidários baseada em dados de genomas e proteomas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-05052016-110431/
    • NLM

      Becerra AJJ, Marques AC. Evolução do veneno em cnidários baseada em dados de genomas e proteomas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-05052016-110431/
    • Vancouver

      Becerra AJJ, Marques AC. Evolução do veneno em cnidários baseada em dados de genomas e proteomas [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-05052016-110431/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020