Exportar registro bibliográfico

Nanopartículas superparamagnéticas encapsuladas com polímeros para tratamento de câncer por hipertermia (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: PERECIN, CAIO JOSÉ - BIOENGENHARIA
  • Unidade: BIOENGENHARIA
  • Subjects: NANOPARTÍCULAS; NEOPLASIAS
  • Keywords: Cancer; Câncer; Encapsulação polimérica; Hipertermia; Hyperthermia; Magnetic nanoparticles; Nano Spray Dryer; Nano Spray Dryer; Nanopartículas magnéticas; Polymeric encapsulation; Superparamagnetism; Superparamagnetismo; Theranostics; Theranostics
  • Language: Português
  • Abstract: O câncer é uma das maiores causas de mortalidade no Brasil e no mundo, com potencial de crescimento nas próximas décadas. Um tipo de tratamento promissor é a hipertermia magnética, procedimento no qual as células tumorais morrem pelo efeito do calor gerado por partículas magnéticas após a aplicação de campo magnético alternado em frequências adequadas. Tais partículas também são capazes de atuar como agentes de contraste para imageamento por ressonância magnética, um poderoso método de diagnóstico para identificação de células neoplásicas, formando a combinação conhecida como theranostics (terapia e diagnóstico). Neste trabalho foram sintetizadas nanopartículas de óxido de ferro por método de coprecipitação com posterior encapsulação por técnica de nano spray drying, visando sua aplicação no tratamento de câncer por hipertermia e como agente de contraste para imageamento por ressonância magnética. Para a encapsulação foram utilizadas matrizes poliméricas de Maltodextrina com Polissorbato 80, Pluronic F68, Eudragit® S100 e PCL com Pluronic F68, escolhidos com o intuito de formar partículas que dispersem bem em meio aquoso e que consigam atingir alvo tumoral após administração no corpo do paciente. Parâmetros de secagem pelo equipamento Nano Spray Dryer, como temperatura, solvente e concentração de reagentes, foram avaliados. As partículas formadas foram caracterizadas por Microscopia Eletrônica de Varredura, Difração de Raios-X, Análise Termogravimétrica, Espalhamento de Luz Dinâmico, Espectroscopia de Infravermelho, magnetismo quanto a magnetização de saturação e temperatura, citotoxicidade e potencial de aquecimento. Tais procedimentos indicaram que o método de coprecipitação produziu nanopartículas de magnetita de tamanho em torno 20 nm, superparamagnéticas a temperatura ambiente, sem potencial citotóxico. A técnica denano spray drying foi eficiente para a formação de partículas com tamanho em torno de 1 'mü'm, também superparamagnéticas, biocompatíveis e com propriedades magnéticas adequadas e para aplicações pretendidas. Destaca-se a amostra com Pluronic, OF-10/15-1P, que apresentou magnetização de saturação de 68,7 emu/g e interação específica com células tumorais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.02.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PERECIN, Caio José; YOSHIOKA, Sérgio Akinobu. Nanopartículas superparamagnéticas encapsuladas com polímeros para tratamento de câncer por hipertermia. 2016.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-22062016-103823/ >.
    • APA

      Perecin, C. J., & Yoshioka, S. A. (2016). Nanopartículas superparamagnéticas encapsuladas com polímeros para tratamento de câncer por hipertermia. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-22062016-103823/
    • NLM

      Perecin CJ, Yoshioka SA. Nanopartículas superparamagnéticas encapsuladas com polímeros para tratamento de câncer por hipertermia [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-22062016-103823/
    • Vancouver

      Perecin CJ, Yoshioka SA. Nanopartículas superparamagnéticas encapsuladas com polímeros para tratamento de câncer por hipertermia [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-22062016-103823/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021