Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Família à mesa: com a palavra, mães e filhos (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, FERNANDA NASCIMENTO - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430
  • Subjects: ADOLESCENTES; ALIMENTAÇÃO; COMPORTAMENTO ALIMENTAR; HÁBITOS ALIMENTARES; PREFERÊNCIAS ALIMENTARES; RELAÇÕES FAMILIARES; FAMÍLIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução O comportamento alimentar do indivíduo resulta de decisões, conscientes ou não, relacionadas à cultura alimentar de sua região, à tradição alimentar de seu convívio social e às transformações decorridas do acesso à informação científica e popular. Objetivo Analisar a alimentação de adolescentes, residentes na região Norte do município de São José dos Campos (SP), na perspectiva da família. Materiais e métodos Estudo qualitativo, realizado em 2014 e 2015, com mães e adolescentes do 6o ano do ensino fundamental municipal. Dados sobre percepção, conhecimento, comportamento e barreiras para uma alimentação saudável dos adolescentes foram produzidos por meio de grupos focais. Entrevistas semiestruturadas foram realizadas com as mães dos estudantes para investigar aspectos sobre alimentação da família e relação com formação de práticas e comportamentos alimentares dos filhos. Os discursos foram registrados com auxílio de um gravador de voz, e transcritos posteriormente para análise, por meio da técnica de análise de conteúdo temática. Foram realizados 4 grupos focais com 6 estudantes cada, e 15 entrevistas com mães. Resultados e discussão Os discursos foram classificados em temas: comportamento alimentar, preferências alimentares e conhecimentos e crenças. Verificou-se que a alimentação dos adolescentes pode ser influenciada pelo comportamento alimentar dos pais. Mães e adolescentes percebemse conscientes e julgam sobre o que comem.Entretanto, a fala muitas vezes está distante da prática, seja por negligencia, dificuldade em perceber possibilidades de ação, questões emotivas ou pelo hábito formado, considerado a maior dificuldade para mudanças relacionadas à alimentação, tanto das mães quanto adolescentes. Possibilidades de soluções, quando referidas, eram por vezes permeadas por conflitos, causando insatisfação em mães e filhos. O contexto no qual esses individuos estão inseridos deve ser considerado, como o bairro e a escola, os quais contribuem para a determinação das escolhas alimentares. Conclusão a família exerce importante papel no comportamento alimentar de adolescentes, entretanto, a compreensão sobre o tema deve considerar, sobretudo, a cultura e o meio social em que a dinâmica familiar está contextualizada.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.05.2016
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Fernanda Nascimento; GAMBARDELLA, Ana Maria Dianezi. Família à mesa: com a palavra, mães e filhos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430 > DOI: 10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430.
    • APA

      Pereira, F. N., & Gambardella, A. M. D. (2016). Família à mesa: com a palavra, mães e filhos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430
    • NLM

      Pereira FN, Gambardella AMD. Família à mesa: com a palavra, mães e filhos [Internet]. 2016 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430
    • Vancouver

      Pereira FN, Gambardella AMD. Família à mesa: com a palavra, mães e filhos [Internet]. 2016 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2016.tde-01062016-141430

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021