Exportar registro bibliográfico

Discursive constructions of social and environmental accounting in Brazil: the case of Petrobras (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: VOSS, BARBARA DE LIMA - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Subjects: CONTABILIDADE SOCIAL; CONTABILIDADE AMBIENTAL; SUSTENTABILIDADE; PÓS-ESTRUTURALISMO
  • Keywords: Discourse theory; Petrobras; Post-structuralism; Social and environmental accounting; Sustainability; Teoria do discurso
  • Language: Inglês
  • Abstract: Em 29 anos da publicação \"Nosso Futuro Comum\" apresentado pelas Nações Unidas, ainda há um considerável debate entre governos, sociedade civil, grupos interessados e organizações empresariais sobre o que constitui o desenvolvimento sustentável e, portanto, há evidência da contestabilidade do discurso sobre sustentabilidade. A proposta desse estudo é entender esse debate em um contexto de desenvolvimento econômico no Brasil e, em particular, entender e criticar as construções discursivas de contabilidade social e ambiental [CSA] relacionadas à estatal Petrobras, assim como discutir a literatura brasileira de CSA. A análise baseada na Discourse Theory [DT] usa redescrição retórica para analisar vinte e dois relatórios da Petrobras entre 2004 e 2013. Eu investigo as noções políticas através do emprego da metodologia chamada Logics of Critical Explanation [LCE]. A LCE tem cinco passos metodológico: problematização, explicação retrodutiva, lógicas (sociais, políticas e fantasmáticas), articulação e crítica. Os resultados sugerem que a hegemonia do desenvolvimento econômico opera para obscurecer retoricamente o desenvolvimento da sustentabilidade que mantém o core business da Petrobras igualmente concebido como acumulação de capital. Igualmente, essas articulações também ilustram como as construções de CSA operam para servir o propósito da empresa com pouca (ou nenhuma) profunda mudança na integração com a sustentabilidade. A literatura brasileira de CSA sustenta o status quo depolíticas de mercado neoliberais que operam para proteger a dominante abordagem do business case para manter a agenda de geração de riqueza num cenário de necessidade sociais e ambientais. As articulações do estudo de caso manifestaram essas políticas, por exemplo, em relação à corrupção, no qual envolveu superfaturamento de contratos e práticas insustentáveis relacionadas ao uso de combustíveis fósseis os quais demonstraram que há antagonismo entre ação e disclosure. O escândalo de corrupção que surgiu após as divulgações de CSA marcou a natureza retórica do disclosure em que recursos financeiros subtraídos da empresa para partidos políticos e empreiteiras esconderam fatos através de disclosures incompletos. As articulações da CSA deturpam um contexto amplo dos significados associados com a sustentabilidade, que restringiram as construções da CSA para principalmente servir e representar a intenção dos grupos mais poderosos. A significância da CSA é, portanto, limitada para representar interesses particulares. O estudo argumenta por mais estudos críticos já que a limitada literatura brasileira sobre CSA mantém uma \'distância segura\' de substantivas críticas das construções de CSA e suas articulações no contexto brasileiro. A revisão da literatura e o caso da Petrobras ilustram a variedade de nomes, instituições e práticas articulatórias que se esforçam para manter a atual hegemonia de desenvolvimento numa economia emergente que permite à Petrobras continuar a exercersignificante lucro à custa do social e do meio ambiente. A ideia construída de desenvolvimento nos discursos da Petrobras enfatiza uma retórica ampla de desenvolvimento, mas, na realidade, esses discursos são antíteses de questões políticas, sociais e éticas de desenvolvimento. Essas construções objetivam esconder as lutas entre desigualdades sociais e exploração dos recursos naturais as quais constituem pretextos sobre uma fantasiosa noção de desenvolvimento retórico, hegemônico e neoliberal. Em resumo, esta tese contribui para a antecedente literatura em cinco principais aspectos: (i) a adição da DT para a análise da CSA engrandece a discussão de elementos políticos tais como hegemonia, antagonismo, lógica de equivalência/diferença, ideologia e articulação; (ii) a análise de uma economia emergente como o Brasil incorpora uma nova perspectiva nas discussões dos discursos da CSA e do desenvolvimento; (iii) esta tese também inclui um foco na retórica para discutir a manutenção do status quo; (iv) a estrutura holística da abordagem LCE amplia os entendimentos das lógicas sociais, políticas e fantasmáticas dos estudos de CSA e; (v) esta tese combina uma análise da literatura e do caso da Petrobras para caracterizar e criticar o estado da academia brasileira e seus impactos e reflexos na significância da CSA. Esta tese, portanto, argumenta por mais estudos críticos na academia brasileira devido à persistente ideia de desenvolvimento que taken-for-granted profundas exclusões econtradições e proporciona pouco espaço para críticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.05.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VOSS, Barbara de Lima; CARTER, David Bernard; SALOTTI, Bruno Meirelles. Discursive constructions of social and environmental accounting in Brazil: the case of Petrobras. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09062016-172826/ >.
    • APA

      Voss, B. de L., Carter, D. B., & Salotti, B. M. (2016). Discursive constructions of social and environmental accounting in Brazil: the case of Petrobras. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09062016-172826/
    • NLM

      Voss B de L, Carter DB, Salotti BM. Discursive constructions of social and environmental accounting in Brazil: the case of Petrobras [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09062016-172826/
    • Vancouver

      Voss B de L, Carter DB, Salotti BM. Discursive constructions of social and environmental accounting in Brazil: the case of Petrobras [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-09062016-172826/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021