Exportar registro bibliográfico

A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: COELHO, JULIANA NOGUEIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: LESÃO CORPORAL; MEDULA ÓSSEA; DEFICIÊNCIAS; QUESTIONÁRIOS
  • Keywords: CIF; Core set da CIF; Incapacidade; Lesão medular; Paraparesia espástica; Disability; ICF Core Set; Questionnaires; Spastic paraparesis; Spinal cord injury
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Construir e testar a aplicabilidade de um instrumento baseado no Core Set resumido da CIF para lesão medular crónica (CSLM) em individuos com etiologia não-traumática (LMNT). Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática para identificar as escalas de avaliação funcional que tenham sido aplicadas em individuos com paraparesia espástica e ligá-los à CIF. Para o desenvolvimento do instrumento, as descrições das categorias do CSLM foram reescritas como perguntas e respostas de fácil compreensão que satisfizessem o sistema de qualificadores da CIF. Após testes de compreensão os termos do instrumento entre os profissionais de saúde, o mesmo foi aplicado, seguido pela aplicação da Escala de Disfunção Motora de Osame (EDMO) e Medida de Independência da Medula Óssea (SCIM III) em 40 individuos com lesão medular não-traumática (mulheres: 62,5%; média de idade: 44 ± 16 anos; EDMO: 5,4 ± 2,2; SCIM-III: 83,0 ± 13,0). A prevalência de incapacidade em cada uma das categorias da CIF foi definida pela proporção de individuos com os qualificadores de 1 a 4. A pontuação da EDMO definiu os pacientes como leves (EDMO < 4) ou graves (EDMO > 5) Foram criados escores de gravidade dos problemas a partir da soma dos qualificadores em cada componente da CIF. Resultados: A revisão sistemática identificou 10 instrumentos de avaliação funcional para LMNT, dentre os quais, a Medida de Independência Funcional apresentou maior número de categorias da CIF, outros foram melhores para avaliação da qualidade de vida ou foram mais específicos para lesão medular. O instrumento baseado no CSLM, contendo 43 perguntas foi considerado de fácil uso pelos avaliadores, levando em média 45 minutos de aplicação. Indivíduos do grupo grave apresentaram maior frequência de deficiências principalmente nas funções sexuais, neuromusculoesqueléticas, defecação e dor. A medula espinhal foi a Estrutura do Corpo citada com maior frequênciaNas categorias de Atividades e Participação: todos os individuos apresentaram deficiência na utilização de transporte e mobilidade, bem como dificuldade para o uso da mão e do braço, andar, dirigir, deslocar-se, realizar rotina diária, trabalho e lazer. A frequência de problemas em 86,9% das categorias do CSLM foi maior no grupo grave para os componentes de Funções e Estruturas do Corpo e Atividade e Participação. As principais barreiras identificadas referiram-se a condições de acessibilidade arquitetônica, enquanto os principais facilitadores foram os produtos para uso pessoal na vida diária ou para mobilidade e transporte pessoal em ambientes interno e externo, família imediata e profissionais de saúde. Conclusão: O instrumento desenvolvido propõe uma forma de aplicar o CSLM, que foi considerado facilmente compreensível e aplicável pelos profissionais de saúde e foi capaz de diferenciar os indivíduos mais gravemente incapacitados. Tem vantagem de identificar e ponderar o impacto dos Fatores Ambientais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.12.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COELHO, Juliana Nogueira; RIBERTO, Marcelo. A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde.. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-20072016-113108/ >.
    • APA

      Coelho, J. N., & Riberto, M. (2015). A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-20072016-113108/
    • NLM

      Coelho JN, Riberto M. A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-20072016-113108/
    • Vancouver

      Coelho JN, Riberto M. A funcionalidade dos indivíduos com lesão medular de etiologia não-traumática - uma proposta para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17142/tde-20072016-113108/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021