Exportar registro bibliográfico

Nutrição da gestante portadora de anemia falciforme, complicações maternas e resultados perinatais (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: PAIVA, LETíCIA VIEIRA DE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOG
  • Subjects: ANEMIA FALCIFORME; GRAVIDEZ; NUTRIÇÃO HUMANA; SAÚDE PÚBLICA; COMPLICAÇÕES NA GRAVIDEZ; RESULTADO DE TRATAMENTO
  • Keywords: Anemia sickle cell; Nutrition public health, Pregnancy complications; Pregnancy; Pregnancy outcome; Resultado da gravidez
  • Language: Português
  • Abstract: O prognóstico da gestação é influenciado pelo estado nutricional materno. Sabe-se que, desde a infância, as pessoas portadoras da doença falciforme apresentam crescimento deficiente. Pouco se conhece sobre a evolução do estado nutricional materno na anemia falciforme. O objetivo foi analisar o estado nutricional de gestantes portadoras de anemia falciforme, avaliando o ganho de peso, o consumo dietético materno e os resultados adversos maternos e perinatais. Métodos: Foram avaliadas 26 gestantes portadoras de anemia falciforme SS e 23 SC, a partir do início do pré-natal especializado até o puerpério. Como grupo controle foram utilizadas 63 gestantes, sem comorbidades. O estado nutricional das gestantes foi avaliado de acordo com índice de massa corporal, pré-gestacional e ao final da gravidez, bem como analisado o ganho de peso materno. O consumo dietético foi analisado utilizando-se questionário de frequência alimentar, em cada trimestre, caracterizando-se o valor energético total e a ingestão de macronutrientes e micronutrientes. As complicações maternas e perinatais foram investigadas. O nível de significância foi 0,05 (alfa=5%). Resultados: O IMC pré-gestacional foi significativamente menor no grupo SS (mediana 20,3 kg/m2) quando comparado com os grupos SC (22,7 kg/m2, p < 0,05) e controle (23,2 kg/m2, p < 0,05). O baixo peso pré-gestacional (IMC < 18,5 kg/m2) foi significativamente mais frequente no grupo SS (15,4%) quando comparado aos grupos SC (4,4%) e controle (1,6%, p=0,009).Ao final da gestação, o grupo SS apresentou menor IMC (mediana 23,1 kg/m2) quando comparado com o grupo SC (26,1 kg/m2, p < 0,05) e controle (28,5 kg/m2, p < 0,05). O ganho ponderal na gestação foi menor no grupo SS (mediana 8,0 kg) quando comparado com o grupo SC (11,9 kg, p < 0,05) e Controle (13,7 kg, p < 0,05). Na análise do consumo dietético no 2º trimestre, constatou-se que os grupos SS e SC apresentaram menor consumo de proteínas (medianas, 73 g/d e 69 g/d) quando comparados aos controles (96 g/d, p < 0,05); e o consumo de cálcio foi menor no grupo SS comparado ao controle (mediana, 410 vs. 748 g/d, p
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.03.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAIVA, Letícia Vieira de; NOMURA, Roseli Mieko Yamamoto. Nutrição da gestante portadora de anemia falciforme, complicações maternas e resultados perinatais. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-06062016-112451/ >.
    • APA

      Paiva, L. V. de, & Nomura, R. M. Y. (2016). Nutrição da gestante portadora de anemia falciforme, complicações maternas e resultados perinatais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-06062016-112451/
    • NLM

      Paiva LV de, Nomura RMY. Nutrição da gestante portadora de anemia falciforme, complicações maternas e resultados perinatais [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-06062016-112451/
    • Vancouver

      Paiva LV de, Nomura RMY. Nutrição da gestante portadora de anemia falciforme, complicações maternas e resultados perinatais [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-06062016-112451/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021