Exportar registro bibliográfico

Dinâmica das corridas de detritos no Litoral Norte de São Paulo (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: NERY, TULIUS DIAS - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: GEOMORFOLOGIA; ESCORREGAMENTO DOS SOLOS
  • Keywords: Debris flows; Empirical models; Modelos empíricos; Morphometric parameters; Parâmetros morfométricos; Potencial de geração de corridas de detritos; Susceptibility; Corridas de detritos
  • Language: Português
  • Abstract: As corridas de detritos são processos caracterizados por escoamentos rápidos associados a precipitações intensas e/ou acumuladas. A ocorrência destes processos está associada a diversas variáveis do meio físico e quando associadas a eventos extremos de precipitação podem gerar grande volume de sedimentos como aqueles observados em 1967 no município de Caraguatatuba (SP). Neste contexto, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o potencial de geração de corridas de detritos a partir do emprego de parâmetros morfométricos para as bacias hidrográficas dos rios Santo Antônio, Guaxinduba e Mococa. Metodologicamente, o trabalho dividiu-se, em um primeiro momento, na identificação dos escorregamentos e das zonas de arraste e deposição das corridas de detritos. Posteriormente, foram extraídos os parâmetros e os índices morfométricos das bacias (área, amplitude, comprimento do canal, ângulo da encosta, índice de circularidade, densidade de drenagem e declividade média do canal), e analisados de forma qualitativa e quantitativa. A partir do reconhecimento dos processos foram selecionadas as sub-bacias para a aplicação de dois modelos empíricos considerando os valores de concentração de sólidos e de precipitação. Assim, por meio dos cenários propostos de 60 mm/h e 100 mm/h e concentração de sólidos de 50% foram obtidos os valores de vazão e de volume de sedimentos das corridas de detritos para cada sub-bacia selecionada. Os resultados obtidos na análise qualitativa mostraram similaridadesentre as bacias dos rios Santo Antônio e Mococa, fato este não observado para a bacia do Guaxinduba. No entanto, a bacia do Guaxinduba apresentou maior potencial para a geração de corridas de detritos. Em 40 sub-bacias, observou-se que houve diferença de aproximadamente 60% da vazão e volume em relação aos cenários de 60 mm/h e 100 mm/h. Além disso, observou-se nas formulações empregadas que a inserção de variáveis geram valores distintos de vazão de pico e volume de sedimentos. Identificou-se que a bacia do Guaxinduba apresentou maior potência, porém com volumes inferiores aos observados nas bacias do Santo Antônio e Mococa. Acredita-se que a combinação destes métodos pode auxiliar na identificação de áreas suscetíveis à ocorrência das corridas de detritos em regiões serranas, como o Litoral Norte de São Paulo.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NERY, Tulius Dias; VIEIRA, Bianca Carvalho. Dinâmica das corridas de detritos no Litoral Norte de São Paulo. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-08032016-165052/ >.
    • APA

      Nery, T. D., & Vieira, B. C. (2015). Dinâmica das corridas de detritos no Litoral Norte de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-08032016-165052/
    • NLM

      Nery TD, Vieira BC. Dinâmica das corridas de detritos no Litoral Norte de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-08032016-165052/
    • Vancouver

      Nery TD, Vieira BC. Dinâmica das corridas de detritos no Litoral Norte de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-08032016-165052/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021