Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (Biogran®): estudo em animais (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MOREIRA, GUILHERME SANTOS - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Subjects: TRANSPLANTE ÓSSEO; LASER; RATOS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (VB), em animais. Foi criado um defeito ósseo de tamanho crítico (DTC) com 5 mm de diâmetro na calvária de 60 ratos machos adultos (Rattus novergicus, albinos, Winstar), pesando entre 250g e 300g. Os animais foram divididos aleatoriamente em 6 grupos (n=10), sendo: 1) Grupo C (controle), 2) Grupo L (laser), 3) Grupo OA (osso autógeno), 4) Grupo OAL (osso autógeno + laser), 5) Grupo VB (vidro bioativo), 6) Grupo VBL (vidro bioativo + laser). Os animais foram submetidos a eutanásia após 30 dias. As áreas de osso neoformado (AON) e as áreas de partículas remanescentes de vidro bioativo (APR) foram calculados em relação à área total (AT), em porcentagem. Para análise estatística dos dados utilizou-se o teste paramétrico ANOVA, seguido pelo teste Tukey (p>0,05). A maior média de AON foi encontrada no grupo L (47,67 +8,66), seguido pelos grupos OAL (30,98 +16,59)e VBL (31,13 + 16,98). Houve diferença estatisticamente significante em relação ao AON entre o grupo C e os demais grupos com exceção da comparação com o grupo VB (Teste Tukey, p>0,05); entre os grupos L e VB quanto aos valores de AON (Teste Tukey, p>0,05). Não houve diferença estatisticamente significante dos valores de AON entre o grupo OA e os demais grupos estudados (Teste Tukey, p>0,05), entre o grupo OAL e os grupos VB e VBL quanto aos valores de AON (Teste Tukey, p>0,05) e entre os grupos VB e VBL (Teste Tuckey, p>0,05). A maior média de APR foi encontrada no grupo VB (25,15 + 4,82), seguido pelo grupo VBL (17,06 +9,01). Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos (teste t, p>0,05). O laser em baixa intensidade, com o protocolo de aplicação utilizado, não contribuiu para o aumento da área de neoformação óssea dos sítios preenchidos com vidro bioativo, noperíodo avaliado.
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2015
  • Data da defesa: 11.11.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOREIRA, Guilherme Santos; ALMEIDA, Ana Lúcia Pompéia Fraga de. Avaliação do efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (Biogran®): estudo em animais. 2015.Universidade de São Paulo, Bauru, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-26042016-093353/publico/GuilherrmeSantosMoreira.pdf >.
    • APA

      Moreira, G. S., & Almeida, A. L. P. F. de. (2015). Avaliação do efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (Biogran®): estudo em animais. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-26042016-093353/publico/GuilherrmeSantosMoreira.pdf
    • NLM

      Moreira GS, Almeida ALPF de. Avaliação do efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (Biogran®): estudo em animais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-26042016-093353/publico/GuilherrmeSantosMoreira.pdf
    • Vancouver

      Moreira GS, Almeida ALPF de. Avaliação do efeito do laser em baixa intensidade na cicatrização de defeitos ósseos preenchidos com vidro bioativo (Biogran®): estudo em animais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-26042016-093353/publico/GuilherrmeSantosMoreira.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020